Ver Feed RSS

Guito0

Quero vencer o WBCOOP 2013!

Avalie este Post de Blog
Meu momento mais emocionante no pokerstars foi quando eu estava completamente sem estímulo para continuar jogando, pois estava demasiadamente cansado. Minha noiva falou: divirta-se com pouco e resolvi apostar no sit-and-go U$1,50 mano-a-mano. Quando comecei a partida estava ciente de que eu perderia aquilo porque não tinha vontade de jogar e eu queria apenas desestressar após um dia extremamente cansativo de trabalho. Comecei recebendo cartas extremamente péssimas e fui jogando de maneira super tight para que eu pudesse pelo menos sobreviver um pouco mais ao jogo. As cartas mesmo aparecendo baixas na minha mão, eu consegui ganhar todas as mãos disputadas com os meus bad beats. Decidi encarar aquilo como um sinal de vitória, mas mesmo assim, eu não estava totalmente confiante porque tudo pode acontecer no poker, porque poker, além de estática também dependemos de habilidade e uma certa porcentagem de sorte. Em momento algum fui agressivo, pelo contrário, fui sempre jogando de maneira conservada. Eu pensava que poderia arrastar todos os pots que eu quisesse, pois naquele momento estava decidido a vencer e não pensava mais em apenas jogar e me divertir. Eu, ali, estava com o desejo e pura vontade de vencer de qualquer forma. Pus a cabeça no lugar e rapidamente esqueci o fator cansaço e comecei a lembrar que se você pretende vencer, esqueça a palavra TILT e comporte-se como um vencedor. Sei que muitas mãos podem decidir se você irá ou não vencer uma partida, mas tinha absoluta consciência de que eu poderia resistir ao máximo até que a mão certa aparecesse e eu não poderia desperdiçar mãos que parecessem bad beat sem antes observar o flop. Ganhei diversas mãos apenas vendo o flop e apostando de forma leve e como meu oponente não possuía uma mao boa, ele desistia de muitas mãos. Senti-me na vantagem e pensei que aquela seria a hora certa a atacar de forma consciente e tentaria agora jogar um pouco mais agressivo por que eu já possuía 1/3 das fichas da mesa. Acredito ter me levado pela emoção e comecei a sentir que estava perdendo mais fichas do que estava ganhando e me senti pressionado. Agora era ele que estava sendo agressivo e eu desistia muito frequentemente das mãos que surgiam. Uma incrível maré de sorte começou a acontecer, estavam aparecendo mãos incríveis e até top pairs, mas infelizmente ele estava desistindo das mãos dele. Estava muito concentrado e não queria perder nem a concentração nem o jogo. Estava convicto de eu poderia sair dali como vencedor e era essa a minha vontade. Tivemos um breve intervalo e o jogo recomeçou e loucamente comecei a lembrar de Wild Bill Hickock quando eu recebi duas vezes A8 e então pensei: será que é presságio de sorte ou de azar? Parecia ali que eu estava ouvindo vozes e eu estava jogando as mãos mais bizarras que já joguei na minha vida como se eu estivesse sendo guiado a jogar aquilo. Ganhei mãos com 2 e 4, 7 e 2 e finalmente, surgindo uma voz na minha cabeça que disse: essa será a mão vencedora (8 e 5). Apostei alto e meu adversário deu 3-bet e eu igualei. No flop surge: 5 8 J e decidir loucamente dar all in e incrivelmente meu oponente paga e ele mostra seu top pair AA. Não entrei em desespero e como disse antes, eu estava confiante. Ganhei a mão e faturei o prêmio único.
Categorias
Notícias

Comentários