Não seja um perdedor, acostume-se aos bad beats.

Jardim: Galera, um dos artigos mais interessantes que li ultimamente veio em uma antiga edição da CardPlayer, do dia 11 de abril de 2007.

Esse é um artigo escrito por Todd Arnold, o qual achei muito produtivo de se traduzir e postar aqui.

No artigo intitulado Unclog your Brain, Todd Arnold (vulgo NSXT2) tenta explicar o óbvio: o foco principal do seu jogo deve estar em suas decisões e não nos seus resultados.

Todo mundo está cansado de ler e ouvir dezenas histórias de bad beats e afins. Isso não importa. O grande jogador de poker não é aquele que consegue derrubar um AA com um push de K7o. O grande jogador é aquele que consegue colocar suas fichas em uma situação favorável de vitória.

Um exemplo óbvio, mas que serve para ilustrar o que ele tenta explicar:

Você dá raise com QQ em MP e recebe um call, do big blind. O flop é 3 6 J rainbow. O big blind, um gambler alucinado, logo anuncia allin. Suas damas parecem excelentes, certo? Você anuncia o call e o seu adversário mostra 45o. Tudo o que ele tem é uma straight draw, o que lhe dá o favoritismo de 65% para levar o pote. Pronto, você fez o certo. O resultado? Pouco interessa. Você já tomou sua decisão, não há mais nada que você possa fazer.

“Meu Deus, o donk acertou o 2 no river e me derrubou. Jesus Cristo! Vou abrir um tópico num fórum da internet para reclamar disso! Não é possível, eu sou perseguido!”

Supere isso. Coloque o seu foco em aprender a sempre tomar as decisões corretas, em ler os seus adversários, controlar o seu temperamento, reconhecer situações favoráveis e oportunidades, atacar as fraquezas dos oponentes e observar padrões, hábitos e tendências dos mesmos. Isso já é o suficiente para te manter ocupado! Esqueça os bad beats e os três outs que o oponente acertou no river. Isso não interessa.

Outros pontos negativos que não irão te ajudar em nada:

“Eu sempre perco com JJ. Da próxima vez, vou dar limp e se alguma overcard bater no flop, eu logo largo e parto pra outra.”

Não deixe que resultados passados afetem suas futuras decisões. Se você jogou da maneira correta, é um tremendo erro permitir que resultados negativos alterem como você irá jogar essa mão da próxima vez.

“Toda hora esse jogador ataca o meu blind. Na próxima vez, eu vou dar um push pra cima dele.”

Não deixe seu ego afetar suas decisões. Se você tem uma boa razão para dar um reraise, vá em frente e faça isso (mesmo que você esteja com 62o). Porém jamais deixe que o ego faça parte desse tipo de decisão.

“Eu sempre jogo bem, acumulando fichas, mas eu simplesmente não consigo ganhar. Sempre tomo um bad beat e perco todo o trabalho de horas…”

Você deve acreditar que se continuar a jogar bem, a vitória aparecerá naturalmente. Continue com esse estilo, tomando as melhores decisões. Eventualmente esses bad beats não irão acontecer. Só porque você jogou perfeitamente não significa que você irá vencer. Porém, jogando perfeitamente você irá aumentar consideravelmente a sua chance de vencer.

“Não acredito que ele deu call com aquilo. O que ele tava pensando? Mas que belo de um fish!”

Não fique nervoso com as jogadas bisonhas dos seus adversários. Pelo contrário, faça o seu melhor para explorar isso a seu favor. São esses jogadores que fazem o poker ser jogo extremamente lucrativo a longo prazo.

“Eu amo essa mão. Eu odeio essa mão.”

Poker não é um jogo de cartas. 72o pode ser bom em uma situação e AA pode ser ruim em outra. Pare de pensar tão diretamente nas suas cartas. Elas são uma das variáveis na equação de tomar uma decisão correta, mas não são a solução.

Com esses toques, Todd Arnold tenta mudar o foco principal do poker, que geralmente é sobre estatísticas frias e de situações que todos sabem e já enfrentaram. Ele termina dizendo para você deixar esses preconceitos de lado e buscar o foco no que realmente importa.
As decisões, o que importa é a decisão correta.
Se você conseguir tomar as decisões corretas, os bad beats continuarão a ocorrer, não há nada que você possa fazer quanto a isso. Porém, no longo prazo, você será um vencedor!Parece óbvio, não? Mas nem sempre é fácil enxergar e encarar o que está na frente do seu nariz.

Espero que esse texto ajude vocês, assim como me ajudou.

Abs.

GremistaEterno: Jardim DNS, simplismente perfeito, muito boa a sua atitude, com certeza elevou o meu entendimento.
A um tempo eu me concentrava mais nos resultado, logo alguns coaching do grande digobr69, comecei a ver mais o meu jogo, e se joguei certo.

Jogar certo é lucrar a longo prazo, se perder demasiadas mãos jogando certo, esta enfrentando um downwing, aproveite para estudar e deixe o seu BK do jeito que esta, após alguns dias volte a jogar, com foco no jogo e concentração.

No mais, esse post realmente me agradou.

Grande abraço, bom jogo e obrigado JardimDNS

brunomulato: Excelente esse seu post Jardim, bastante óbvio o que ele diz mas realmente nós precisamos ouvir óbvio de vez em quando para acordar. Gostei!:thumbsup:

marceloizzy: Pode cre..ta certissimo,se tu realmente for um bom player vc tera fichas suficientes para se reerguer e quem sabe eliminar o vilão que te deu o bad beat.

icemanjr0: É uma das coisas é que eu aprendi a viver com esses bad beats, pois sempre vai fazer parte do poker, enfim vi que temos que nos acostumar com isso, raramente um bom jogador vai jogar com quaisquer cartas, e um jogador qualquer vai com que tem por explo ja perdi de varias formas, e tem gente quando tem um par um top pair mesmo baixo nao solta a mao nunca, as vezes o pior nao aposta qdo vc aposta ele da re-raise ou all-in dependendo da situaçao vc vai ou perde fichas pelo raise, muitas vezes digo que maldito River apreceu justamente a carta que nao poderia o kra foi com 82s e justamaente vem 1 2 no flop nada do donkey largar a mao e no final ou faz flush, trinca, dois pares e bye-bye, mas o tempo nos ensina a viver com isso, só que contra os donkeys creio que estou ganhando mais do que perdendo, entao vamos a luta…

Jardim: Dando um up só pra poder ler + várias e várias vezes…
PQP!! Como to precisando enraizar esse texto!!!
lol

Petrillo: Hehehe, eu realmente já tinha lido e li agora novamente.

Acredito que hoje tenho este conceito muito arraigado no meu jogo. Claro que ainda fico chateado quando jogo bem e sou eliminado por um draw jogado errado. Mas logo fico feliz por saber que tomei as decisões certas!

Valeu Jardim e galera!

Wildotsel: Excelente texto. Por ser um tópico mais antigo, ainda não havia lido este.
Muito bom para quebrar alguns paradigmas aqui, pois sempre reclamamos de algumas jogadas e nunca exaltamos nossas decisões.

Abraços.

Bagalote: Acredito que todos nós acreditamos que a jogada certa é vencedora a longo prazo, mas é realmente duro encarar uma bad beat, por mais correta que tenha sido a nossa decisão.
Perder com AA x 42o num all in pre-flop com a sequencia do vilão batendo no river é pra derrubar qualquer um.

BrNeves-BA: realmente muito útil o texto!!

Marcelo: realmente muito útil o texto!!

Seja bem vindo! Visite a seção comunidade poker dicas e participe do tópico “apresente-se aqui”

Jardim: Acredito que todos nós acreditamos que a jogada certa é vencedora a longo prazo, mas é realmente duro encarar uma bad beat, por mais correta que tenha sido a nossa decisão.
Perder com AA x 42o num all in pre-flop com a sequencia do vilão batendo no river é pra derrubar qualquer um.

se for de couves é std…
lol

Ras Lucas: Excelente tópico. Eu já tinha esse pensamento, agora então é que vou seguir nele. Eu sempre procuro ver pelo lado bom as coisas da vida, no poker não é diferente, sempre analiso a jogada e vejo se fiz o certo, se dei sorte ou azar é outra coisa, claro que fico muito triste com bad beats como todos, mas eu logo esqueço e me orgulho da jogada certa.

icemanjr0: O grande jogador é aquele que consegue colocar suas fichas em uma situação favorável de vitória.

“Meu Deus, o donk acertou o 2 no river e me derrubou. Jesus Cristo! Vou abrir um tópico num fórum da internet para reclamar disso! Não é possível, eu sou perseguido!”

Não deixe que resultados passados afetem suas futuras decisões. Se você jogou da maneira correta, é um tremendo erro permitir que resultados negativos alterem como você irá jogar essa mão da próxima vez.

Não fique nervoso com as jogadas bisonhas dos seus adversários. Pelo contrário, faça o seu melhor para explorar isso a seu favor. São esses jogadores que fazem o poker ser jogo extremamente lucrativo a longo prazo.

Se você conseguir tomar as decisões corretas, os bad beats continuarão a ocorrer, não há nada que você possa fazer quanto a isso. Porém, no longo prazo, você será um vencedor!

Sao textos realmente interessantes, pois principalmente nós que jogamos jogos de valores pequenos tudo pode ocorrer, pois “fish” tem em todo lugar vamos tentar no minimo ser tubarões, pois eles comem “fish”, as vezes engasga é comum pequenos espinhos, mas pra tudo há soluçao…

Antonucci82: Os mouses agradecem. Nice post Jardim:happy34:.

robertenso: pow… muito bom o texto…

bobkirst: belo artigo .. belo post
obrigado pela ajuda

reilisam: Jardim mais uma vez mostrando a que veio no PD. Parabéns pelo post! Ajudou-me pra caramba! Já estava ficando eternamente tiltado com os bad beats que venho tomado ultimamente, principalmente no jogobrasil.net. Aquele site só tem louco! O pessoal paga um all-in com qualquer coisa! Qualquer coisa mesmo!!! já perdi all-in pré flop de AA contra 72o do vilão. O cara fez full no flop!!! dá pra acreditar? só o que se pode fazer é respirar e tentar não descontar no mouse! No meu caso, estou melhor pq uso notebook. hehe
Obrigado, Jardim!

Autor original: Jardim.

Artigos Relacionados

MELHORES APLICATIVOS DE POKER

- divulgação -

Artigos Recentes

- divulgação -