Desabafo e um toque pra quem começa na vida Poker

Ruus7y: Bom como muita gente viu, eu sou um mero iniciante no Poker e iniciante aqui no forum, porem, vou contar minha experiencia que aconteceu comigo hoje.

Enfim, desde 2 meses pra cá, começei a jogar Poker, na casa de um amigo, não valia nada, apenas diversao, bebedeira e etc.

Foi entao que gostei muito do jogo e fui jogando, jogando, jogando.

Até que vim parar aqui no Forum pra aprender mais ainda de poker, pra tentar uma vida na carreira.

Foi quando aconteceu o seguinte: estava eu jogando um torneio SnG no Everest, US$0,25, estava indo bem de começo, depois no fim começei a perder, e a perder feio mesmo.

Fui jogando e perdi, fiquei numa posição consideravel boa pra um iniciante, em 53° de 120 jogadores.

Quando percebi, estava quase acabando meu namoro com minha namorada, onde dei minha vida para construir o que temos hoje.
Eu percebi que estava ficando viciado em poker, chegava em casa do trabalho, e ia direto jogar, só saia do jogo as 2 da manha para dormir, no outro dia as 6 ja estava de pé para trabalhar.

Meu rendimento no trabalho caiu, deixei de praticar meu esporte, o Motocross, por causa do Poker, e o mais impressionante, deixei de me divertir com minha namorada para jogar.

Foi quando eu decidi, não é essa vida que eu quero, não é isso que eu esperava, foi quando decidi parar de jogar, o Poker voce tem que saber interpretar, e eu interpretei de uma forma errada.
Achava que eu sendo bom e ganhando dinheiro, iria conseguir muito mais glórias do que eu ja tinha, e ia conseguir impressionar muita gente.

Mais na verdade, o que eu consegui foi uma briga com minha namorada, que eu estou tentando até agora pedi perdão.

Decidi parar de jogar Poker, mas nao parei totalmente, só vou jogar agora Gratuitamente, sem apostar nada, apenas ficticio, pois assim consigo jogar um jogo bom, sem perder minha vida.

Eu ainda vou continuar no Fórum, tirando minhas duvidas, se possivel um dia tirar duvidas de quem tem, e ainda vou continuar aqui sempre presente com essa galera maravilhosa desse forum.

Espero que alguem leia esse post e siga de exemplo se caso acontecer. Poxa, é muito legal depositar para jogar, mais quando perder, pare, nao tente ganhar mais, foi assim que eu fui me acabando.
Hoje posso dizer que estou livre do vício, mas ainda vou continuar jogando, como um jogo formal de cartas como truco, blackjack, tranca e etc.

Se alguem discorda do que eu falei, me desculpe, nao era pra agradar ninguem, só contei minha experiência.

Espero que compreendam.

Forte Abraço;

Gabriiel Altran

TSawyer: Legal vc compartilhar seu experiência, mas vou colocar o meu pensamento.

Eu tb jogo poker diariamente, sou casado e tenho uma filha. Já tive momentos ruins jogando poker, a famosa “bad run” .. mas tudo isso faz parte do jogo. Todo jogador de poker que deseja ser levado a serio, necessita muito estudar os conceitos essencias . O primeiro deles é gestão da banca.

Cara hj em dia só quebra no poker aqueles que desconhecem esse principio.
Nunca fiz depósito em contas de poker, sempre jogue com money de promoções e freeroll. Como qulquer coisa na vida, é necessario ter equilibrio e disciplina, e no poker não é diferente. Quando não estou numa boa fase, aprendi a jogar menos e estudar mais. compre livros, discuta no fórum converse com algum que vc julgue ser relevante.

Vejo muitos jogadores no poker querendo fazer resultados logo no começo e sempre perguntam quanto vc tira por mês etc…

Eu sempre respondo, cara se vc pensa que vai virar o Phil Ivey do poker pq ganhou um torneio ou uma bolada na noite esquece, isso aqui é treino, disciplina e muito esforço. Os caras não querem saber de ler os artigos, os termos, matemática e piscologia que existe por trás do jogo.. acham que é só ser agressivo e ter sorte no coin flip. Não por ai não… e acontece oq vc esta relatando.

No poker vc precisa saber se “descobrir”, ou seja, como vc sente e como vc se comporta em certas situações. Depois entra entender o comportamento do adversário….é preciso muitas horas de jogo para passar a entender os padrões de comportamento em apostas ou outros tells.. cara não sou ninguem para ficar dando conselho, só estou escrevendo pq já passei por essa mesma situação e vi que o maior erro não estava no poker e sim na maneira como estava jogando.

Auto controle e equilibrio são coisas que estou buscando e sei que meu jogo melhora a cada dia com esses exercícios…:happy34:

Vadiu: O poker, como qualquer outro tipo de jogo que vale dinheiro (bingo, 21, raspadinha, jogo do bixo, corrida de cavalo) é viciante sim. Há quem diga que não, pois nunca se viciou. Eu não me considero um viciado (ainda) mas sei que o poker é mais que um simples hobby pra mim. Eu diria que ocupo umas 20 horas por semana no poker (não jogando apenas, mas estudando, mexendo aqui no pokerdicas, no +ev e no 2p2, analizando minha maos jogadas com o pt3 e o wiz, e conversando sobre o poker no skype ou msn) Nas férias, essas 20 horas por semana passam para umas 70hs o que é muito.

Nunca coloquei um tostão do meu bolso no jogo, e acho que isso é o mais importante, pois já li artigos que afirmam que o que vicia é a sensação da derrota e não da vitória (por mais incrivel que isso possa parecer!)

Quando se começa a estudar afundo o jogo, ele para de ser um jogo de azar e se torna um jogo de habilidade, e acho que esse é um fator que contribui muito para eu não me viciar. Outro fator, é o entendimento que o mesmo jogo vai estar lá, hoje, amanha ou daqui a trinta dias.

O ultimo fator a entender (e esse é um que eu ainda não controlei) é o tilt. Quando começo uma session e por falta de habilidade ou por causa da propria variancia, eu perco muitas mesas em seguida, começo a querer acabar logo, pra começar uma mesa zerada de novo. Isso é da cabeça humana, e tenho que tentar lutar contra a minha propria mente nessas horas.

Outro fator importante no poker, é que ele eh como uma fome, ou sede. Apresenta saciedade, e se ficar algum tempo sem jogar a vontade aumenta.
Se ficar muito muito tempo sem jogar, entretanto, a vontade passa a diminuir cada vez mais, entao creio que nao seja dificil largar o ‘vício’. é só se propor a parar de jogar.

Acredito que existam realmente muitas pessoas que são viciadas em poker. mas é necessário fazer uma distinção daquelas que gostam do poker como gostam de um cigarro e aquelas que gostam do poker como gostam de sexo.
A primeira, está relacionada ao vício, libera dopamina no sistema nervoso e a falta dela causa ansiedade e mau humor. Já a segunda, como o sexo, fazemos por que o fazer é bom, e não porque não fazer é ruim. O neurotransmissor é a endorfina, que causa a sensação de recompensa quando ganhamos um bom pot e a noradrenalina, que é aquele frio na barriga que a gente sente em uma mesa final de um torneio importante.

uma pena que não dá pra off topic ser post do mes, senão eu indicaria o op com certeza

prof_anselmo: parabéns pelo post
explicou à luz da fisiologia e é exatamente o que ocorre.
parabéns mais uma vez

prof_anselmo: ghawk…
nenhum sucesso no jogo compensa o insucesso no lar.
temos que ter equilíbrio em tudo que vamos fazer.
SE isso começa a prejudicar vc no seu dia-a-dia, na tranquilidade que deveria ser seu lar, é melhor realmente, re-avaliar para verificar se está compensando todo o sacrifício.

E vc fez uma ótima leitura da situação e desacelerou o andar das coisas, isso é ótimo. E conseguir parar mostra maturidade.

Eu jogo não por hobby, mas sim porque encaro como uma possibilidade de ganho por isso estudo duro, jogo de forma séria. Apesar dessa rotina, jamais deixo de sair qdo sou solicitado, ou de dar atenção para minha esposa ou filha quando estas me chamam.

Domingo mesmo perdi o torneio do fórum, porque no meio da tarde, minha esposa me chamou para sair, e fui , foi tão bom quanto jogar com os amigos. Acabei até me esquecendo do meu compromisso com o jogo.

Desejo sinceramente que tudo se re-estabeleça por aí, ache o equilíbrio das atividades e tudo dará certo.
Será sempre muito bem vindo aqui no fórum meu amigo.
abraço

Ruus7y: Poxa gente, muito obrigado mesmo de coração, ja me sinto bem melhor com isso.

Minha namorada ela nao ligava que eu jogava entendeu, ela só nao queria que eu “viciasse” demais a ponto de desistir de certas coisas para jogar.

Quando eu jogo, eu sempre jogo com a cabeça, nunca deixo sentimentos tomar conta de mim, isso foi um péssimo desequilibrio, pois fui rude com ela sem ela merecer.

Enfin conversamos, eu disse que ia parar de jogar, disse que contava com a ajuda dela.
eu disse à ela que nao ia conseguir parar de jogar completamente, mais sim aos poucos.

eu irei ler algum livro que fala sobre a psicologia, matematica e tudo de poker.
pois quero me tornar um grande jogador, mas ao mesmo tempo, ter tempo a minha familia.

Desde ja muito obrigado pela força galera, e por favor, me indique um livro que fala disso.

se alguem quiser me add no msn: [email protected]

gostaria de conversar mais afundo e fazer mais amizades.

Muito obrigado!

Marcelo:
uma pena que não dá pra off topic ser post do mes, senão eu indicaria o op com certeza

Movido para a seção correta. Agora pode indicar.

Glaccos: Poxa gente, muito obrigado mesmo de coração, ja me sinto bem melhor com isso.

Minha namorada ela nao ligava que eu jogava entendeu, ela só nao queria que eu “viciasse” demais a ponto de desistir de certas coisas para jogar.

Quando eu jogo, eu sempre jogo com a cabeça, nunca deixo sentimentos tomar conta de mim, isso foi um péssimo desequilibrio, pois fui rude com ela sem ela merecer.

Enfin conversamos, eu disse que ia parar de jogar, disse que contava com a ajuda dela.
eu disse à ela que nao ia conseguir parar de jogar completamente, mais sim aos poucos.

eu irei ler algum livro que fala sobre a psicologia, matematica e tudo de poker.
pois quero me tornar um grande jogador, mas ao mesmo tempo, ter tempo a minha familia.

Desde ja muito obrigado pela força galera, e por favor, me indique um livro que fala disso.

se alguem quiser me add no msn: [email protected]

gostaria de conversar mais afundo e fazer mais amizades.

Muito obrigado!

Muito legal seu post. Enfim tu esta encontrando o seu equilibrio.
Caso queira entrar em contato adicione nosso skype do grupo PD para trocarmos ideias e informações.
Skype: Glaccos ou Gildo Alves Corrêa

Vai lah vai ser muito legal trocar informações, mesmo que nao esteja jogando vc vai aprenden muito.

Abraços

Wildotsel: Parabéns a todos pelos depoimentos, os quais podem e serão muito úteis a muitos por aqui. :happy34:

Também me incluo nestes, pois como o Ghawk disse, também comecei a deixar a vida particular (família) um pouco de lado a algum tempo atrás por causa do poker, mas antes de que acontecesse algo mais sério como uma briga ou outra coisa, resolvi reduzir o número de jogos ou dias que jogava poker.

Talvez por isso, não sei se notaram ou não, não tenho participado tão ativamente do fórum como antes, mas isso não significa que não estarei por aqui dando meus pitacos.

Com certeza absoluta, os depoimentos acima contribuirão bastante para muitos aqui a pelo menos pensar um pouquinho como anda a sua vida particular, se ela está sendo deixada de lado ou não por causa do jogo.

Att,

furAAcao: o poker, assim como TUDO NA VIDA, em EXCESSO … é prejudicial ! a questão não se trata nem de perder ou ganhar … podemos ter um grande profissional que lucra alto com poker, um vencedor nato, que não quer saber da vida social, de se preocupar com amigos familia ou namorada como falou … ele acaba se tornando um perdedor da mesma maneira.

Ruus7y: Poxa gente valeu mesmo, mesmo tomando a decisao, eu aprendi muita coisa com isso tudo, de agora em diante pra mim poker vai ser igual um esporte, tipo basket, futebol e etc.

um esporte de lazer, de se jogar aos fins de semana, e se divertir com amigos.

bom
vou add geral no skype la.

quem sabe agente troca um papo e talz.

valeu pela força galera, espero que todos continuem assim, e sempre que precisar, podem sabe que uma mao amiga vai estar estendida a todos do forum!

duduleal: Parabéns a todos pelos depoimentos e principalmente para o ghawk, na qual soube reconhecer que o caminho não era esse pra ele.

Meu conselho é exatamente isso que você falou, tratar o poker como um esporte, não é atoa que a cada dia que passa o poker é considerado um esporte da mente.

No meu caso, jogo desde de janeiro, aprendi com os amigos jogando cash game live e como provavelmente todos aqui do fórum se apaixonou. Comecei a jogar na net em março, nunca cheguei a investir dinheiro algum na net, um amigo uma vez me deu $5, desde de então, venho fazendo subir meu bankroll. Comecei a estudar a pouco tempo, mais todo dia que posso, leio algum artigo, participo de discurssões em fóruns e vejo vídeos. Meu jogo a partir daí evoluiu muito, tanto no online como live.

No mais, desejo boa sorte, espero que consiga associar o poker com a vida pessoal, e nunca se esqueça que já que não somos profissionais, o interessante é se divertir.

Ruus7y: Com certeza, o lazer em uniao aos amigos é a coisa mais importante.

eu levei o jogo tao a serio que eu pensei como jogador e nao como ser humano.

usei a lógica e nao deixei emoções tomar conta de mim, foi assim que eu fui rude com minha namorada, onde me arrependo muito.

hoje nao vivo sem ela, e nao vivo sem amigos, espero conseguir assimilar poker a isso.

muito obrigado e ja cresci bastante como homem depois desses depoimentos da galera 🙂

TostesBr: Cara, eu queria registrar um agradecimento especial porque estou passando por uma situação muito semelhante à sua…

Ler esse seu desabafo é bom pra mim para que eu possa colocar em prátiaca o que você conseguiu fazer.

Acho que você percebeu o que eu estou começando a perceber… o poker não é uma prioridade, é uma forma de lazer, é algo a parte. Isso não pode ser o foco da sua vida.

Há um tempo eu pensei em largar a faculdade e me dedicar 100% a isso, mas eu escolhi o meu curso (Biologia) porque eu tenho um ideal, e não quero ignorar os meus princípios para jogar poker. Não é essa a história de vida que eu quero contar aos meus filhos…

Gradualmente eu também estou recuperando muito do que eu perdi com a minha namorada… eu jogava em torneios no fim de semana, deixava de ligar pra ela por causa do poker… mas isso não vale nem um pouco à pena. Ambições têm limites… e não podem misturar-se à ganância.

Deixar o poker de lado pra viver a vida é, com certeza, +EV…

Ruus7y: Sim, eu percebi isso logo cedo, muita sorte a minha.
espero que como o Totes, o depoimento de desabafo encorage mais os jogadores que passa por isso, e querem se livrar.
estou aqui para dar meu apoio.

e mesmo acontecendo isso, eu ja me resolvi e vou continuar jogando, mais nunca por a mao no bolso por causa de poker.

até mais gente
forte abraço!

SeijiS: Opa, sou novato em poker mas vicio fácil nas coisas – um dos motivos de eu ter parado de jogar online há mais de um ano rs – e admiro sua racionalidade em ponderar as coisas e ver que o poker estava virando um problema.

Tenho um amigo que joga muito bem (ficou em 20 em uma latim america no uruguai) e estava tirando um dinheiro muito bom, pois o safado tem esquema forte e joga com uns empresários cheios da grana mas que querem só diversão.

Lembro como ele explicava detalhadamente a razão de ter perdido ou ganhado alguma mão… Entendi que ele jogava pesado quando perguntei quanto estava valendo uma bad bet que ele tomou na cuca “ah, R$3,5k”.

Bem, enfim, ele largou o poker começo do ano por causa do sogro que não entendia “essa profissão” e agora está pedalando para abrir um negócio próprio (ele já ta com um pé de meia bom, mas não o que ele queria). Mais do que ter consciência que o poker pode estragar sua vida, você deve ter prioridades. A dele foi a noiva… 🙂

OBS: eu ainda acho ele louco, deveria continuar tirando grana dos tios velhos! e acho que ele ainda joga “escondido” hehehe

Vadiu: Acho que o ideal é tratar o poker como qualquer jogo, e considerar o dinheiro apenas como pontos, e não como dinheiro de verdade…

Ruus7y: o andre falou tudo.
eu levei poker a serio demais e estava acabando com o meu futuro (minha namorada)
porem pensei, e decidi que se eu ganhasse ou perdesse no poker, o poker nao ia ta nem ai pra mim, afinal é isso que ele deve fazer, fazer alguns ganhar e outros perderam.

mas minha namorada, se eu ganhasse ou perdesse, ela taria do meu lado, me indicando o melhor caminho, que foi o que aconteceu.

enfim, continuo jogador, porem 4fun! ;

cachacina: Galera… tava “fuçando” aqui no fórum e vi esse post.

Incrível. Simplesmente o melhor post de todos que eu já li. Não somente pelo início, mas TODOS os comentários são 10.

Decidi revivê-lo para quem não teve a oportunidade dar uma olhada.

São depoimentos e mais depoimentos sobre poker e família, trabalho, estudos, enfim, a vida.

Parabéns ao ghawk e a todos que escreveram. :happy34:

Abraço a todos!!

Douglas

obs: tô aqui até agora porque não tenho nada amanhã cedo, mas esse negócio de vício é sério, né??:diablotin:

PIRILAMPO: bem explicado o post parabens!! exclareceu muitas duvidas!!

Tuca: Muito bom post!!!

Parabéns pelo relato, pela coragem e pela decisão.

icemanjr0: Caro Ghawk

Em tudo na vida devemos dosar, dar ao tempo o seu tempo, devemos sempre nos programar, eh soh ver depoimentos de nossos amigos PDres ae, eu tbm estava desta forma, era poker manha, tarde, noite, ou seja estava livre, vamos ao poker. Mas a vida não eh assim, melhorei muito minha forma de jogar, mas agora eu raramente durante o dia eu jogo, tenho aproveitado melhor meu tempo, deixo o poker para noite e finais de semana, soh que doso mais meu tempo, eu gosto, então não deixo de jogar, mas com estas experiencias aprendemos muito, assim eh a vida, o poker pra quem esta começando, trás algumas decepçoes, como ja foi falado acima os bads beats, mas com o tempo aprenderemos a jogar com eles, muita vezes tiltamos, ao perder jogadas ganhas, eu muitas vezes estou bem, cometo um erro, ae parece que vem outros, temos que nos controlar, se gosta por um hobbie utilize o poker como hobbie, mas administrar o tempo eh muito importante, temos que ter tempo para nós nos divertirmos, familia, descanço, estudo, tudo depende nossa organização, parabens tbm aos posts acima colocado, pois depoimentos nos ajudam a mehorar nossos desempenhos…. Abraços

matsumoto: Achei a mensagem do Gabriel linda! Realmente jogo passa a ser problema se não houver conscientização e limites. Existem pessoas fazendo do poker uma profissão, e é muito grave isto. Sei que o Poker é um jogo inteligente, ativa a mente e a inteligência, mas não podemos desprezar o trabalho, os dons que nos foram dados. Ficar estático em uma mesa de jogo, exercitando a mente beneficia somente a si mesmo, e as famílias, os relacionamentos, a capacidade de realizar, as conquistas sejam elas materiais ou espirituais?? Estou envolvida com uma pessoa que tem jogado Poker e sei que pode estar se tornando viciado, isto tem me preocupado muuuito. Ele é especial, tem potenciais que poucas pessoas tem, e fico triste quando percebo que as vezes amanhece em uma mesa de jogo, É MUITO TRISTE!!

felipepratti: mesmo que o tópico é velho e foi renascido das cinzas, vou deixar aqui minhas palavras!
tudo na vida tem que ter limite e saber ter limite no poker quando se é um jogador amador ou não é essencial !!
abraço e se estiver vendo essa msg hoje espero que sua vida esteja diferente, diferente para melhor!! abraço a todos!!

Vadiu: Os enólogos e sommeliers dividem a mesma paixão com os bebedores. Mas cada um traça rumos e objetivos diferentes no mesmo cenário, sendo que um não existiria sem o outro.

sugiro: //pokerdicas.com/forum/bate-papo/5815-ludopatia-vicio-no-jogo-3k-post.html?highlight=ludopatia

Autor original: Ruus7y.

Artigo anterior
Próximo artigo

Artigos Relacionados

MELHORES APLICATIVOS DE POKER

- divulgação -

Artigos Recentes

- divulgação -