Algum advogado de plantão? Colisão veicular

Vadiu: Bom a historia é bem banal, mas me deixou um pouco encafifado.

Domingo, parei em frente ao metro, minha amiga entrou no carro e quando ia saindo, veio um carro e me fechou do nada, e a parte esquerda do meu parachoque dianteiro riscou e amassou a lateral do carro do vilão, alem de soltar um pedaço do parachoque traseiro dele.

1211

O cara do outro carro era um japones meio cegueta e ficou bem abalado com a batida. O carro dele ficou bem zoado, pq amassou toda a lateral e tirou tinta. o meu pouco sofreu a não ser uns riscos na parte que tocou o carro dele.

Como nenhum de nós tinha seguro e meu parachoque ja estava bem riscado naquele canto antes do incidente, dei uma colher de chá pro japa, afinal ele ja ia ter um puta prejuizo…

Ele queria ficar la lamentando o ocorrido pra mim mas eu tava com pressa e, querendo ser cortês dei meu cartão a ele e fui embora.

Fim do 1o ato.

Hj a noite o celular tocar e não é que é o velho japa revoltado e gaguejando falando que eu deveria dividir os custos do carro dele?

Eu fiquei muito puto com essa atitude dele. Se ele insistir demais, vcs acham que rola inverter o jogo e colocar ele no pau pra pagar o meu prejuizo (parachoque dianteiro) e ele parar de querer dar uma de espertinho?

E outra, mesmo ele estando logicamente errado, e me fechando do nada, sem pisca ele poderia me causar algum mal legalmente falando?

Tex Wilde: Eu não entendo disso, mas acho que podem ser apresentadas 2 versões plausíveis, daí fica difícil provar qual a verdadeira…
1 – ele te cortou a frente;
2 – ele estava te ultrapassando, e você saiu para a esquerda sem vê-lo pelo retrovisor.
Vamos ver as outras opiniões, porque ele pode querer botar a culpa em você mesmo.
Ou será que essa foto ai pode provar a tua versão?
Quanto ao pisca, nada haver, ele já deveria estar na tua frente, pra ti ver o pisca…

Vadiu: putz só falta o fdp mudar a versão… eu tinha 4 testemunhas no meu carro. Ele tb… mas será que elas mentiriam tb?

ele ia deixar um prole dele no metro e ia parar ali, nao viu que eu estava me movimentando e calculou como se eu fosse um carro parado.

Eu estava com o pisca esquerdo ligado, ele não estava com o pisca direito ligado.
Eu me mantive todo o tempo na minha “faixa” que é a parte lateral de estacionar do lado da calçada. Ele invadiu essa minha área. obv que nao pulei em cima dele

Petrillo: Vadiu, posso ser teu advogado de plantão!

Um princípio jurídico é que o ônus da prova é de quem acusa (com excessão das relações de consumo, onde há a inversão do ônus da prova, mas isto é outra história).

Então tem os dois lados: para ele requerer qualquer coisa com alguma chance de êxito, ele vai ter que provar que tu causou o dano (impossível); já para tu acioná-lo, tu vai ter que provar que ele te coagiu, que tu teve um abalo/prejuízo pela atitude dele.

Portanto, o melhor é dizer para este maluco mau caráter que você está gravando as ligações dele e que se não parar de ligar, você irá acioná-lo judicialmente por estelionato e outras crimes/contravenções fáceis de tipificar…

Petrillo: O melhor nestes casos é sempre ir à delegacia e fazer um BO.

Não se preocupe com as testemunhas dele. Ele não vai te acionar, pq para entrar com um processo contra ti, ele vai gastar muito mais do com advogado do que se ele consertar o caro direto.

Ele está apenas blefando com um draw que errou no river… Nem esquenta.

Tex Wilde: Testemunhas mentem, esse que é o problema; e nesse caso, se for pra justiça, só vai dar encômodo e vai ser difícil provar quem fala a verdade, IMO.

Mas uma idéia, vai falar com ele, ao vivo, e leva um gravador sem ele ver, aí no vocês conversarem ele vai concordar com tua versão, e fica tudo registrado. Se for o caso de ir pra juiça, você terá esse Ás na manga.

Tex Wilde: Ele não vai te acionar, pq para entrar com um processo contra ti, ele vai gastar muito mais do com advogado do que se ele consertar o caro direto.

Ele está apenas blefando com um draw que errou no river… Nem esquenta.
É mesmo, é só não dar conversa pra ele, que ele só tá “tentiando” mesmo.

Vadiu: rola chama ele pro meu escritorio e conversar de boa?

JRS: Só citando uma passagem… Meu irmão mais velho, um dia, por descuido encostou em um carro parado, sem ninguém, em São Paulo. Não teve dúvida: escreveu um bilhete com o telefone contando o que havia acontecido……Acho que são amigos até hoje!!

Isto foi a mais de 30 anos!!

Petrillo: Cara, nem perde tempo com um idiota destes. Conversar para que? Não haverá negociação justa: ele teria que pagar tudo e na verdade quer que tu pague o conserto do carro dele!

Portanto, tu ganha o que conversando com este trouxa?

Larga de mão este pato, mas nunca o ofenda ou humilhe. O melhor, IMO, é falar com ele na boa, por telefone, que o que ele está fazendo é não é justo e que o melhor para ambos seria esquecer esta história.

Ruus7y: se voce ta certo, METE no pau.
se voce ta errado, CHAMA ELE PRA RESOLVE NO HEADS UP!

Martinsy: se voce ta certo, METE no pau.
se voce ta errado, CHAMA ELE PRA RESOLVE NO HEADS UP!

depois eu que falo merda.

@topic.
Caro amigo, o Fabiano ta certo.
e só reforçando o que ele falo.
SEMPRE. SEMPRE FAÇA O B.O

por que se algo acontecer se ele “tentar” algo você fez o b.o na data
e isso te da 2 cabeças de vantagem.

Ruus7y: depois eu que falo merda.desculpa “amigo” mais nao fiz o comentario na inteção de voce ligar ou nao, apenas levei na esportiva.

e reforçando o que voce disse, sempre tem que fazer B.O
nao importa se o cara ta arrependido, se o cara é pobre e tal, eu sei que é dificil mais tem que fazer.
e se acontece algo pior no seu carro? onde o cara bateu ali, podia ter quebrado o farol todo, e dependendo do seu carro, aquele lado ali é onde fica o carburador, e o diferencial do carro, podia ter sido algo forte pra entortar, e ia fica muito pior.
nao sei se tem algo a ver, mais tipo, igual eu to com um pino no ombro, faz 36 dias que fiz uma cirurgia, por causa duma trombada jogando futebol, o cara que trombo comigo nao teve culpa, mais ele teve bom senso de pagar as consultas, e tambem se ele nao fizesse isso seria cara de pau.

entao no meu caso, eu faria.

Flush: Vadiu, esqueça. A única coisa que recomendo é você fazer um B.O.

Se o velho realmente ligasse para o que aconteceu, teria chamado a polícia na hora da batida, teria um B.O., ou seja, faria as coisas como elas devem ser feitas.

A partir do momento que foi cada um para o seu lado, é a palavra (e o B.O.) de um contra a do outro. Se você não conseguirá provar que ele te fechou, tampouco ele vai poder dizer algo nesse sentido.

Esquece isso de gravador etc. etc. Bobagem que não te levará a nada, até porque o dano no seu carro foi mínimo.

Marcelo: Bom a historia é bem banal, mas me deixou um pouco encafifado.

Domingo, parei em frente ao metro, minha amiga entrou no carro e quando ia saindo, veio um carro e me fechou do nada, e a parte esquerda do meu parachoque dianteiro riscou e amassou a lateral do carro do vilão, alem de soltar um pedaço do parachoque traseiro dele.

1211

O cara do outro carro era um japones meio cegueta e ficou bem abalado com a batida. O carro dele ficou bem zoado, pq amassou toda a lateral e tirou tinta. o meu pouco sofreu a não ser uns riscos na parte que tocou o carro dele.

Como nenhum de nós tinha seguro e meu parachoque ja estava bem riscado naquele canto antes do incidente, dei uma colher de chá pro japa, afinal ele ja ia ter um puta prejuizo…

Ele queria ficar la lamentando o ocorrido pra mim mas eu tava com pressa e, querendo ser cortês dei meu cartão a ele e fui embora.

Fim do 1o ato.

Hj a noite o celular tocar e não é que é o velho japa revoltado e gaguejando falando que eu deveria dividir os custos do carro dele?

Eu fiquei muito puto com essa atitude dele. Se ele insistir demais, vcs acham que rola inverter o jogo e colocar ele no pau pra pagar o meu prejuizo (parachoque dianteiro) e ele parar de querer dar uma de espertinho?

E outra, mesmo ele estando logicamente errado, e me fechando do nada, sem pisca ele poderia me causar algum mal legalmente falando?

Cara isso é típico. Na hora o cara viu que fez merda e apaziguou. Depois resolveu tentar ganhar uma com isso.

Testemunhas: qualquer testemunha no seu carro será considerada pouco confiável. Qualquer testemunha no dele também. Teria que ter testemunha da rua.

Ônus da prova: a princípio é do acusador. Mas você deu seu cartão pra ele, então isso mais a batida no seu carro podem servir de prova contra você. Se ele estava errado, você devia ter pego o cartão dele, e não o contrário.

Sugestão: se você está certo que não errou, fale pra ele isso e fale que não vai pagar nada. Não sugiro a você combinar de encontrar com ele, a não ser que você esteja disposto a pagar. Encontrar pra tentar convencer ele que você não estava errado seria um HUGE FAIL na minha opinião.

Marcelo: Sobre BO: também recomendo a você fazer agora. Não tem problema nenhum isso.

Reli sua história e te digo que é bem provavel de ter sinais técnicos suficientes para definir que você estava indo reto e ele entrou na sua lateral.

Sugestão para próximos eventos: tire foto dos veículos com seu celular e faça BO se o dano for significativo em qualquer um dos carros.

Autor original: Vadiu.

Artigos Relacionados

MELHORES APLICATIVOS DE POKER

- divulgação -

Artigos Recentes

- divulgação -