AK vs JJ – check-call mal sucedido

Heartbreaker: Segue a mão e, concomitantemente, meus comentários. A session foi fechada e nao tive como pegar o histórico padronizado.

Blinds em 10/20

Hero AKo
Vilão XX (em posição)

Pré-Flop (apliquei um raise padrão querendo – recebi um call e tirei o SB e o BB da mão)

Hero – raise de 70
Vilão – call

Flop (gostei, pois acertei top pair e tinha o melhor kicker. Optei pelo check-call)

K 10 7 (rainbow)

Hero – check
Vilão – bet 170 (o pote)
Hero – call

Turn (me causou um certo desconforto, pois vi possibilidade de straight para o vilão. Optei pelo check para ver o que o vilão faria. Ele betou o pote e eu voltei all-in)

J

Hero – check
Vilão – bet 510 (o pote)
Hero – 3 bet all-in
Vilão – call

River (acertom inha trinca e ele faz um full)

K

Showdown

Hero apresenta AK
Vilão apresenta JJ

Comentário final sobre a mão

Consigo extrair muito mais valor das mãos quando aplico o check-call do que o c-bet. Dei a chance do vilão acertar o set no river, mas ele iria se enrolar feio se não acertasse, pois vindo qq carta abaixo do J ele acharia que estava betando por valor. Concordam? Aguardo os comentários.

DonVitche: Heart, também gosto do check-call, pelo mesmo motivo que você descreveu: …conseguimos trazer mais fichas pra mesa assim. O problema é que quando o vilão acerta, as fichas podres na mesa são as nossas, rsrsrsrs.

Outro problema é que nos atolamos no pote de forma a não mais compensar o fold.

Mas, o risco é inerente à própria vida, e quem não quiser correr riscos não irá conseguir jogar poker, certo?…

Se ele não acerta o J não sei se largaria a mão, talvez não mais.

Ao mesmo tempo, você não largaria essa trinca de reis com kiker A nem a pau.

Mas o título do seu Tópico não faz juz ao propósito da sua jogada. Seu check-call foi bem sucedido. O border é que lhe foi ingrato.

Abraço!

Minored: o que eu nao entendi é porque voce foi all in no turn se nao gostou da carta. antes de dar all in (tambem serve pra qualquer raise ou aposta que voce for fazer), tenta pensar duas coisas, “o vilão vai me pagar com alguma mão pior ?” “o vilão vai foldar alguma mão melhor ?”

tambem ta faltando dizer quanto que voce tinha pra tras, de quanto foi o all in.

Minored: ah sobre o c/c no flop, sem reads eu prefiro cbet porque o vilao vai pagar com muita coisa ae, com JJ ele paga, um T ele paga straight draw ele paga.
a nao ser que voce saiba algo tipo vilao folda pra 80% de cbet e adora blefar contra missed cbet, ae o c/c é otimo.

Heartbreaker: Heart, também gosto do check-call, pelo mesmo motivo que você descreveu: …conseguimos trazer mais fichas pra mesa assim. O problema é que quando o vilão acerta, as fichas podres na mesa são as nossas, rsrsrsrs.

Outro problema é que nos atolamos no pote de forma a não mais compensar o fold.

Mas, o risco é inerente à própria vida, e quem não quiser correr riscos não irá conseguir jogar poker, certo?…

Se ele não acerta o J não sei se largaria a mão, talvez não mais.

Ao mesmo tempo, você não largaria essa trinca de reis com kiker A nem a pau.

Com uma mão forte como JJ para apenas 1 raise pre-flop eu esperaria um 3bet, e não um call. Esse call do vilão realmente me complicou… Outra coisa, a minha trinca de K foi obtida no river, ou seja, eu já estava em all-in. De qq forma se o all-in não tivesse acontecido no turn teria acontecido no river. Em qq cenário que eu trace eu só me vejo largando em duas situações, nas outras eu continuava, são elas:

1º – Se ele 3beta muito forte pre-flop (pensaria muito e daria fold, pois ainda estávamos nas primeiras mãos do jogo)

2º – Se ele me voltasse all-in no flop eu desconfiaria de um set (7 ou 10, o set com J eu não estava considerando pela ação pré-flop) ou straight draw (K, Q, J, 10)

3º – No turn com o J aparecendo (Aqui acredito que tenha comedido um grande erro), pois ele poderia ter feito dois pares ou sequencia de Q9 ou AQ (AQ eu não acreditava pq nos limites em que jogo os vilões entram de AQ de qq posição e apostando forte – especialmente em posição como ele estava).

Obs: Eu só conseguiria largar a mão até o turn, pois se deixasse para ver o river eu teria meu set de K e não faria mais nenhum sentido foldar tendo esperado justamente essa carta.

Aguardo a opinião de vocês

Mas o título do seu Tópico não faz juz ao propósito da sua jogada. Seu check-call foi bem sucedido. O border é que lhe foi ingrato.

Abraço!

Não foi uma jogada muito inteligente da minha parte… já que eu não tinha notes do meu adversário. Na maioria das vezes eu vou dobrar meu stack e jogar mais folgado (+EV no longo prazo, especialmente em micro-limits), mas acredito que eu deva esperar mais nas outras oportunidades e conhecer melhor o adversário (esperar pelo menos algumas órbitas para começar a mostrar as garras).

Heartbreaker: o que eu nao entendi é porque voce foi all in no turn se nao gostou da carta.

Dei mole mesmo, mas dificilmente teria foldado, pois o vilão tava dando um c-bet e, caso ele tivesse dado um c-bet mais baixo no turn eu desconfiaria, mas ele continuou apostando o pote o que tb me fez acreditar q ele estava com par alto e qq outra carta.

antes de dar all in (tambem serve pra qualquer raise ou aposta que voce for fazer), tenta pensar duas coisas, “o vilão vai me pagar com alguma mão pior ?” “o vilão vai foldar alguma mão melhor ?”

:happy34:

tambem ta faltando dizer quanto que voce tinha pra tras, de quanto foi o all in.

Estávamos com stacks de 1500 fichas pré-flop. No momento em que decidi entrar de all-in eu estava com 1430 fichas e ele já tinha apostado 510 depois de eu ter dado check. Ou seja, no momento do all-in o pote tinha 1020.

ah sobre o c/c no flop, sem reads eu prefiro cbet porque o vilao vai pagar com muita coisa ae, com JJ ele paga, um T ele paga straight draw ele paga.
a nao ser que voce saiba algo tipo vilao folda pra 80% de cbet e adora blefar contra missed cbet, ae o c/c é otimo.

A minha BR ainda não me permite esse tipo de ajuda, dependendo da leitura no proprio momento do jogo ou de notes passados. Ainda estou na fase de aperfeiçoar minha leitura de players e etc… nada de holdem manager ou poker tracker por enquanto.

DonVitche: “…pois se deixasse para ver o river eu teria meu set de K e não faria mais nenhum sentido foldar …”

Heart, só corrigindo aqui, você tinha uma trinca mas não um set, que seria um K no border e 2 K’s na mão. Você teria ganho a mão porque o vilão não faria a full.

GL nas próximas!

Sarsante: eu não jogo mais torneios faz tempo, mas mesmo no ínicio acho que dá pra acelerar nesse flop. em micro limits a regra pra extrair valor é betar.

imho você tem que betar sempre nesse flop. você tem tptk, mas a sua mão é vulnerável, você não quer ver um Q ou J, até o A pode ser ruim, assim como um 9…

nos micro limits sempre vão te pagar com gutshot, oesd, KJ, TQ, TJ…

afsalagoas: Então meu caro, eu não consigo compreender muitas vezes essa lógica. Se sentiu desconforto pq shovou??

Esse teu raise padrão se tomou call de alguém que tem stack normal com range PFR “8” AGR “X” com +- 100 hands é complicado pois a mão do cara é boa… Seu TPTK é bom, mas fica vulnerável conforme teu check e cartas free…

Eu não gostei como jogou essa mão, apesar que poucos conseguem colocar um set para o vilão tendo um TP na mão.

Heartbreaker: Então meu caro, eu não consigo compreender muitas vezes essa lógica. Se sentiu desconforto pq shovou??

Primeiramente obrigado pela opinião Alagoas! É uma coisa que eu preciso aprender a controlar ainda. Muitas vezes sinto que devo largar uma mão, mas não consigo e acabo dando call ou entrando all-in… tenho mais facilidade em largar monstros pré-flop do que pós-flop. Ainda estou aprendendo a me controlar eu certas situações. Lembro de uma frase do Ale Gomes que é mais ou menos assim: “Jogar com AA é mole, ainda mais quando você trinca no flop. Eu quer ver conseguir largar…”

Esse teu raise padrão se tomou call de alguém que tem stack normal com range PFR “8” AGR “X” com +- 100 hands é complicado pois a mão do cara é boa… Seu TPTK é bom, mas fica vulnerável conforme teu check e cartas free…

Eu não gostei como jogou essa mão, apesar que poucos conseguem colocar um set para o vilão tendo um TP na mão.

Como você acha que eu deveria ter jogado?

Desde já agradeço a sua opinião

Petrillo: Grande Heartbreaker!

Primeiramente, independente de qualquer coisa, você está no caminho certo. Você está tentando pensar o jogo. O poker é um esporte da mente, portanto, pensar o jogo é a base da evolução.

@ Buy in

Qual era o buy in? Se for freeroll é uma coisa; se for $1,10 é outra e se for $10 é outra.

@ Início de torneio

No começo do torneio você não precisa se atolar num bordo tão perigoso e fora de posição. Perceba que nenhum jogador decente pagaria teu shove no turn com algo menos que KQ (e olhe lá!). Todo o resto do range de call está te ganhando.

Como ele deu overbet, a menos que você tivesse muita leitura, o melhor mesmo seria foldar, pelo fato de estarmos no começo do torneio.

@ Posição

A posição é ponto chave nesta mão. Eu evito fazer slowplay OOP a menos que minha mão seja muuuuuuuuito forte (no mínimo dois pares em flop seguro, sendo um o top; com apenas dois pares baixos eu quase nunca faço slowplay). Portanto, neste caso, eu daria cbet as value quase 100% das vezes. Ou então, se eu soubesse que o vilão era agressivo, eu daria c/r de 500 fichas.

@ Poker, um jogo de estratégia

Quando jogamos poker, temos que entender que é um jogo de estratégia. Então não é ganhando uma pequena batalha no início iremos ganhar a guerra. A melhor estratégia no início de torneios é não se atolar com mãos fracas/marginais.

Foldar AK num board KT7J é fácil? Não muito,visto que tem muito blefe neste turn por tu ter mostrado “fraqueza” no flop (cold call de raiser pf normalmente é muito força). Mas você está perdendo para AA, K7, KT, KJ, 77, TT, JJ, KK, 89, Q9 e AQ, todas mãos que estão no range de call do vilão pf… Portanto, estrategicamente, o melhor era foldar eu TP/TK.

Heartbreaker: Grande Heartbreaker!

Primeiramente, independente de qualquer coisa, você está no caminho certo. Você está tentando pensar o jogo. O poker é um esporte da mente, portanto, pensar o jogo é a base da evolução.

Muito obrigado pela sua opinião Petrillo! Peço que, quando possível, passe aqui nesse tópico que estarei sempre postando minhas dúvidas.:happy34:

@ Buy in

Qual era o buy in? Se for freeroll é uma coisa; se for $1,10 é outra e se for $10 é outra.

Micro-limits de 0,10 + 0,01. Não estava esperando que um vilão com JJ fosse dar call em posição…vivendo e aprendendo.

@ Início de torneio

No começo do torneio você não precisa se atolar num bordo tão perigoso e fora de posição. Perceba que nenhum jogador decente pagaria teu shove no turn com algo menos que KQ (e olhe lá!). Todo o resto do range de call está te ganhando.

Como ele deu overbet, a menos que você tivesse muita leitura, o melhor mesmo seria foldar, pelo fato de estarmos no começo do torneio.

Isso é uma coisa que eu tenho que melhorar e muito. Preciso desistir da mão dependendo da textura do bordo. Muitas vezes imagino estar perdendo a mão e não consigo desistir… é preciso muito autocontrole e estou trabalhando nisso.

@ Posição

A posição é ponto chave nesta mão. Eu evito fazer slowplay OOP a menos que minha mão seja muuuuuuuuito forte (no mínimo dois pares em flop seguro, sendo um o top; com apenas dois pares baixos eu quase nunca faço slowplay). Portanto, neste caso, eu daria cbet as value quase 100% das vezes. Ou então, se eu soubesse que o vilão era agressivo, eu daria c/r de 500 fichas.

O maior problema foi não saber como o vilão jogava. Também estou começando a evitar o slowplay, pois acabo fazendo o jogo marginal do vilão melhorar…ainda mais nos níveis que ainda jogo.

@ Poker, um jogo de estratégia

Quando jogamos poker, temos que entender que é um jogo de estratégia. Então não é ganhando uma pequena batalha no início iremos ganhar a guerra. A melhor estratégia no início de torneios é não se atolar com mãos fracas/marginais.

Tenho jogado apenas Don’s e a minha estratégia tem atrair um vilão e conseguir uma dobra, tendo eu algum monstro, para jogar meu A game com mais segurança. Farei um move up para o nível de 0,25 semana que vem e verei qual é a melhor estratégia com os vilões de lá, mas não deve ser muito diferente.

Foldar AK num board KT7J é fácil? Não muito,visto que tem muito blefe neste turn por tu ter mostrado “fraqueza” no flop (cold call de raiser pf normalmente é muito força). Mas você está perdendo para AA, K7, KT, KJ, 77, TT, JJ, KK, 89, Q9 e AQ, todas mãos que estão no range de call do vilão pf… Portanto, estrategicamente, o melhor era foldar eu TP/TK.

Acredito que a mão deveria ter acabado no flop. Até hoje eu me pergunto se ele teria foldado se eu tivesse dado um c-bet no flop… acho que sim (justamente pela ação pré-flop).

Autor original: Heartbreaker.

Artigos Relacionados

MELHORES APLICATIVOS DE POKER

- divulgação -

Artigos Recentes

- divulgação -