Considerando outras opções

“Tudo faz sentido quando estou lendo um livro de poker ou assistindo a uma vídeo aula, mas eu sempre acabo cometendo os mesmos erros nas mesas. Como me manter longe dos maus hábitos quando estiver de fato jogando poker?”

Quase toda semana alguém me pergunta algo parecido com isso, e é uma dúvida pertinente. Como um estudante de poker, você precisa encontrar um jeito de evitar entrar no piloto automático quando estiver nos feltros, seja real ou virtual. Você precisa encontrar um jeito de interromper esses comportamentos familiares, assim como esses padrões de pensamento que levam sempre aos mesmos erros de antes. Você precisa se forçar a pensar, e pelo menos ocasionalmente, a agir de jeitos diferentes.

Meu conselho é, sempre que a ação estiver em você (com uma ou duas exceções que vou tratar mais à frente do artigo), se exija a considerar pelo menos duas opções antes de agir. Se conseguir considerar mais, ótimo, mas o mínimo de duas vai garantir que pelo menos algum pensamento faça parte de qualquer ação que tomar.

Você deve fazer isso mesmo quando suas decisões parecerem triviais. Na verdade, nesses casos que pensar se torna importante. Afinal, o objetivo é reexaminar as jogadas que anteriormente pareciam ser óbvias. Por exemplo, suponha que seu oponente aposte e que você tenha uma mão muito fraca. Claro que dar fold é a jogada óbvia, e de fato é o que você deveria fazer na maioria das vezes.

Porém, em algumas situações também é correto aumentar a aposta com algumas mãos fracas, como um blefe, e escolher as mãos para fazer isso não é tão óbvio assim. Mesmo que você acabe dando fold, se você nunca considerar aumentar, você provavelmente nunca conseguirá perceber as chances onde aumentar é melhor do que desistir da mão.

O Party Poker está de volta ao Brasil! Saiba sobre o bônus e as vantagens ao criar sua conta afiliada ao Poker Dicas.

ChipsA discussão sobre o que faz uma mão ser boa para um aumente-blefe está além do escopo desse artigo, o objetivo aqui é confirmar que sua jogada padrão é a correta ao conscientemente compará-la com outras opções. Nesse caso, você deve estar se perguntando algo como: “Com que frequência eu terei uma mão que valha a pena aumentar por valor nessas situações? Se eu não blefar com essa mão, com qual mão eu blefaria?”

Tomar um tempo em perguntas assim não apenas ajuda você a tomar melhores decisões, mas também a evitar entregar tells de tempo. Por exemplo, ao enfrentar uma aposta em um flop :Td :8d :5h , um padrão comum é os jogadores pagarem rápido com draws e mãos marginais como 98, mas pensar antes de decidir dar slowplay com uma mão monstro como TT ou T8. Isso acontece porque a primeira decisão é trivial, já no último caso eles precisam considerar os benefícios e os riscos de dar slowplay. Se você entregar uma tell de tempo, ficará em uma posição vulnerável para blefes e apostas por valor em um turn blank, já que seu oponente pode quase ter certeza que você não segura uma mão monstro, se tiver dado call muito rápido no flop.

Eu diria que no exemplo acima, considerar os méritos de dar slowplay versus os de aumentar imediatamente é um padrão de comportamento e pensamento que você deveria incorporar em outras partes do seu range de mãos. Você pode descobrir que alguns de seus draws seriam mais lucrativos se jogados com aumentos. Além disso, mesmo eu não conseguindo pensar em uma situação onde você deva fazer algo diferente além de pagar com 98 nesse caso, se forçar a considerar outras opções ajuda você a evitar revelar a natureza da sua mão.

Considerar as opções, mesmo que você acabe jogando do jeito que iria jogar de qualquer forma, também te ajuda a se tornar um jogador melhor. Além das habilidades “normais” no poker, como paciência e tranquilidade, a habilidade de considerar outras alternativas e escolher a melhor, mesmo quando não for óbvio, é a marca de um jogador de poker habilidoso. Fazendo isso mais ou menos bem é o que faz um jogador melhor ou pior que outro. Praticar, mesmo em casos onde tal prática não tenha retorno imediato, é afiar uma das mais importantes habilidades que existem no poker.

Como mencionado, existem algumas exceções. A primeira, que espero ser óbvia, é em casos onde sua decisão é literalmente trivial. Se você estiver frente a um all-in segurando o nuts, não desperdice o tempo de todos pensando apenas por pensar, a menos que ainda existam na mesa outros jogadores para jogar, e nesse caso se torna interessante, novamente, evitar entregar tells de tempo.

Aproveite seu tempo de estudo e crie sua conta no 888 Poker clicando neste link! Você ganha $88 grátis* e ainda pode jogar nosso freeroll semanal de $100 todas as terças-feiras! (*$8 em cash e $80 em bônus).

Borgota ChipsA segunda exceção está em situações comum, praticamente triviais, nas quais a maioria ocorre antes do flop. Você deve saber bem seu range de mãos em situações pré-flop, para que não precise ficar pensando no seu range de fold. Se você é o primeiro a agir em uma mesa com nove jogadores e está segurando Q5o, não desperdice o tempo de ninguém fingindo que tem alguma decisão diferente a ser tomada.

Isso não quer dizer que você nunca deverá aplicar a regra de considerar duas opções antes do flop. Algumas mãos estarão legitimamente nas margens e merecerão alguma consideração. Por exemplo, se vou aumentar ou não com AJo depende de fatores como quem é o big blind, quão difícil está o jogo e os tamanhos dos stacks. Também existem circunstâncias onde eu pagaria com AA, em vez de aumentar. Eu dedico alguns segundos para considerar minhas opções com qualquer mão que eu jogo, mas isso não significa que precise fazer isso com uma mão que sei que vou jogar fora.

Além dessas situações, você não deve enfrentar muitas decisões triviais, pelo menos não em jogos grandes. Mesmo quando você tem certeza de que vai apostar, por exemplo, você ainda precisa considerar fazer uma aposta grande (não deixe de considerar uma aposta maior que o pote), uma “normal” ou uma aposta muito pequena.

Forçar você mesmo a considerar pelo menos duas opções e fazer uma escolha consciente é um hábito mental excelente para todos jogadores de poker. Isso traz tanto benefícios imediatos para a mão que está jogando quanto benefícios de longo prazo para seu jogo em geral. Uma vez que você se acostumar a considerar duas opções, pode começar a considerar mais, assim estará no caminho para a excelência no poker.

Autor: Andrew Brokos

Traduzido e adaptado de: Weighing Your Options

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MELHORES APLICATIVOS DE POKER

- divulgação -

Artigos Recentes

- divulgação -