Higiene Pessoal

Cebola: recebi isso via e-mail e na hora pensei “vai ser meu post 2k”
eu tava meio drunk mas a idéia foi pra frente e ta ae, algumas dicas e técnicas pra nao molhar o cu quando for no banheiro ;D

Como não se molhar ao cagar

Acredito que, ao cagar, a maioria de vocês já tenham molhado a bunda na água fétida que o cagalhão levanta ao cair na água do vaso. Todos, ainda que intuitivamente, já devem ter feito uso de alguma técnica para evitar o efeito chubluf.

1 – Posicionar o ânus o mais próximo possível da tábua, deixando o saco (caso você o tenha) esmagado sobre a mesma. Assim, a barrola fedorenta desce rolando pela louça. Com a queda amortecida, o meninão mal-cheiroso não provoca o referido efeito chubluf.
Problemas:
a) A mer** deixa um rastro na louça. (tal técnica consiste em, literalmente, “jogar um barro na louça”) Sob oponto de vista estético,fo**-se! Não é o macho da casa que vai limpar a barrolinha. (no máximo, dá pra tentar desfazer a trilha pastosa com jatos de mijo de alta pressão) Mas aquele filete marrom pode vir a feder mais tarde. E, no caso de dar um barro na casa da namorada ou dos sogros, pode pegar mal se alguém entrar depois de você.

B) Se a pontaria for mal calculada, o toletão pode raspar na tábua e cagar a po*** toda. Neste caso, é de bom grado limpar depois de terminado o serviço. Até porque na barreada seguinte, você corre o risco de esquecer e sujar o saco na própria mer** que lá ficara, o que seria, convenhamos, bastante escroto e desagradável.

2 – Criar um tapete flutuante de papel higiênico.
Conhecida como efeito overcraft, essa técnica parte do pressuposto que a mer** será amortecida ao bater no tapete de papel evitando o efeito chubluf.
Problemas:
a) Errar na quantidade de papel para menos. Neste caso, a água vai bater na bunda de qualquer forma.
b) Errar na quantidade de papel para mais. Neste caso, a privada entope e o cagante passa pela constrangedora experiência de ter de fugir da água com mer** que sobe ameaçadora e lentamente privada acima. Pior: na ponta dos pés e segurando a calça pra não cair.

3 – Técnica conhecida como cag’n run. Consiste em cagar no meio da privada e tirar a bunda rapidamente antes que o chafariz barrento atinja a raba.Tal técnica exige reflexo, explosão muscular e uma coordenação motora pelo menos razoáveis.
Problemas:
a) Arrancar lentamente. Neste caso, tudo vai por água abaixo (ou acima, no caso) e o furico (rego) é atingido pela água podre de qualquer jeito.
B) Arrancar rapidamente demais. Neste caso, corre-se o risco de tirar o cu da reta antes de a mer** se desprender da flor de oríba. Resultado: cocô na tábua, na coxa, no chão do banheiro ou, pior, dentro da cueca do cagão.

Além disso, o cagante pode ser enganado pelo cocô do tipo “dois estágios”. É o caso em que o cagante pensa que se livrou do charutão e, sem nada poder fazer, vê uma badalhoca cair dentro da cueca formando aquele famoso freio de caminhão ou aquele pingo de mer** estatelado no chão.

Espero que esta técnica contribua muito na rotina diária de cada um de vocês, prezados e inestimáveis pders cagões

R.G.: What fuck is that…??????????????????????????????????

uAHUAHUAHuahUAHuha…

Engraçado pra caralho… Parabéns pelo post 2000…

Merda pra você… (como os caras do teatro desejam boa sorte)

Tex Wilde: Interessante. Um artigo científico sobre um assunto pouco estudado.

4 – Outra técnica muito boa é dar tempo. Só cague de 3 em 3 dias, pelo menos. Isso fará com que a bosta fique mais tempo nas tripas e fique mais seca; também aumentará o volume. Motivo: uma bosta mais seca tem uma resistência a tração maior, aumentando o seu comprimento antes de arrebentar e cair em queda livre em direção à água (eis a importância do volume). Como a distância do ponto em que ela começará a queda livre até a água vai ser menor, a velocidade de impacto na água também será menor, atirando menos água para cima. Se a bosta não for muito grande ela pode acabar antes do rompimento. Se ela for grande o suficiente pode encostar na água antes de se desprender da bunda, não saltando nada de água.
Problemas:
A) Você sentirá dores anais porque ela aumentará significativamente o diâmetro.
B) Terá que dar a descarga pelo menos 3 vezes.

Cebola: Interessante. Um artigo científico sobre um assunto pouco estudado.

4 – Outra técnica muito boa é dar tempo. Só cague de 3 em 3 dias, pelo menos. Isso fará com que a bosta fique mais tempo nas tripas e fique mais seca; também aumentará o volume. Motivo: uma bosta mais seca tem uma resistência a tração maior, aumentando o seu comprimento antes de arrebentar e cair em queda livre em direção à água (eis a importância do volume). Como a distância do ponto em que ela começará a queda livre até a água vai ser menor, a velocidade de impacto na água também será menor, atirando menos água para cima. Se a bosta não for muito grande ela pode acabar antes do rompimento. Se ela for grande o suficiente pode encostar na água antes de se desprender da bunda, não saltando nada de água.
Problemas:
A) Você sentirá dores anais porque ela aumentará significativamente o diâmetro.
B) Terá que dar a descarga pelo menos 3 vezes.
huahuahua

foda de ficar 3 dias sem cagar é que vai secar a bosta e vai ser foda pra sair…

fora que se eu ficar 3 dias sem ir no banheiro eu vou entupir…

fsfonseca: Hilário;:D

O primeiro estilo é Tight Passive: tenta evitar os problemas o máximo que pode, mas acaba tendo problemas por causa disso, depois.

O segundo é mais tight agressive: com todo cuidado, mas com muito estudo, preparação.

Eu diria que o terceiro estilo é o Loose Agressive: arriscado e exige enorme habilidade.

Vadiu: eu sou adepto do overcraft stile 2 folhas de papel é suficiente e nao entope a privada.

saco na tábua é realmente impraticável em lugares publicos por exemplo. e o cagnrun, imho é teoricamente plausível mas muito arriscado na prática.

lolável a técnica de 3 dias, a massa maior das fezes só faria a gota mais robusta e dilataria o anus causando o grande pesadelo da água na bunda que é a gota penetrante.

Tex Wilde: Mas pra evitar esses problemas com a água o melhor mesmo é cagar em patente.
Também é bom usar sabugo de milho, porque ele tem 3 utilidades: limpa, coça e penteia.

Vadiu: cagar em patente? elaborate pls

Tex Wilde: Patente = buraco no chão com uma “casinha” de madeira em cima, tem umas táboas pra sentar em cima, com um buraco no meio, como se fosse a abertura do vaso. A bosta cai direto no fundo do buraco. Assim que eram os “cagadouros” antigamente em vários lugares. Ainda é usado por sem-terras na beira de estradas, porém estes são de lonas.
PS: se existe outro nome pra isso eu desconheço.

R.G.: Para resolver esse problema a solução seria produzir privadas em que a distancia entre reto do usuário e a conglomeração de agua parada fosse de pelo menos 50% a menos o que reduziria no minimo 90% das vezes em que a agua se levantaria do vaso, pois o seguinte calculo:

x*$45 + (m/v).d + L³/p = x

Demonstra que a longo prazo e após varias e várias semanas de teste usando o Shit Manager que a maioria das fezes são mais looses quando a uma distancia maior do que quando a distancia entre o reto e a conglomeração de agua

Por esse fato eu determino sumariamente:

Girafa não come melância

Vadiu: wtf? eu tava achando q isso era um post sério…. é um problema de saúde pública o retorno da água do vaso. Acho que devemos bolar alguma coisa real pra resolução e c pá até patentear.

“Quando sento no vaso, sinto agonia profunda
a merda bate na água, a água bate na bunda ”

Marcelo: Para resolver esse problema a solução seria produzir privadas em que a distancia entre reto do usuário e a conglomeração de agua parada fosse de pelo menos 50% a menos o que reduziria no minimo 90% das vezes em que a agua se levantaria do vaso, pois o seguinte calculo:

x*$45 + (m/v).d + L³/p = x

Demonstra que a longo prazo e após varias e várias semanas de teste usando o Shit Manager que a maioria das fezes são mais looses quando a uma distancia maior do que quando a distancia entre o reto e a conglomeração de agua

Por esse fato eu determino sumariamente:

Girafa não come melância

Candidato a prêmio Nobel da Higiene.

Cebola:
Também é bom usar sabugo de milho, porque ele tem 3 utilidades: limpa, coça, penteia e lixa
fyp

Patente = buraco no chão com uma “casinha” de madeira em cima, tem umas táboas pra sentar em cima, com um buraco no meio, como se fosse a abertura do vaso. A bosta cai direto no fundo do buraco. Assim que eram os “cagadouros” antigamente em vários lugares. Ainda é usado por sem-terras na beira de estradas, porém estes são de lonas.
PS: se existe outro nome pra isso eu desconheço.
isso chama fossa né nao ? deve dar mó medo da casinha quebrar e vc cair na merda

Tex Wilde: isso chama fossa né nao ?
Fossa é só o depósito.

Que estranho vocês não conhecerem isso por patente. O pessoal mais antigo aqui do RS fala direto. Minha vó ainda não aprendeu falar vaso, latrina, etc. Pra ela tudo é patente.

Vadiu: YouTube – Patente Assassina

Ras Lucas: eu uso a overcraft, eficacia total !

as outras são meio sicks e podem acabar dando merda lol

fsfonseca: Fossa é só o depósito.

Que estranho vocês não conhecerem isso por patente. O pessoal mais antigo aqui do RS fala direto. Minha vó ainda não aprendeu falar vaso, latrina, etc. Pra ela tudo é patente.

Puxa vida…foi a primeira vez que vi esse termo nesse sentido. Juro.

R.G.: Puxa vida…foi a primeira vez que vi esse termo nesse sentido. Juro.

Somos 2

Autor original: Cebola.

Artigo anterior
Próximo artigo

Artigos Relacionados

MELHORES APLICATIVOS DE POKER

- divulgação -

Artigos Recentes

- divulgação -