Como funciona a evolução do seu jogo?

JacKJoKKer: Fala Galera!

É o seguinte.. acredito que assim como muitos aqui no fórum eu passo pela seguinte situação:

Agente estuda.. lê um livro.. aprende conceitos… e tenta colocá-los em prática… logo entendemos como funciona e acabamos por aprender uma nova jogada lucrativa, ou um novo modo de pensar à respeito de determinada situação e etc.

A questão é que parece que após uns dias.. ou algum tempo.. acabamos vendo os resultados não aparecerem mais… aí de repente aparece um ou outro resultado mas… nos sentimos como iniciantes no game de novo!

Por isso gostaria de perguntar pra vocês: Como funciona a evolução do teu game?

Você costuma escrever os conceitos que aprende? você decora? Você cria uma planilha com situações premeditadas? Você apenas lê e tenta decorar ou gravar as maneiras de se fazer uma leitura da mesa?

Eu já li 3 livros sobre poker.. um bem básico, depois o The Theory of Poker do Sklansky e o Harrington on Hold’em Vol. 1. E kra.. as vezes eu me pego jogando cada mão marginal.. de forma completamente insana… e fico me perguntando o que é que ocorre com a minha mente… que deixa de colocar tudo que eu aprendi em prática..ou até esquece como agir… isso é só comigo?

Caveira: Cara, eu me enxerguei na tua descrição… Sério!

Depois que comecei a ler o PD, meu jogo melhorou bastante, mas logo depois eu me peguei fazendo algumas coisas totalmente malucas, como entrar numa mão em UTG com A4…

O negócio é ir com calma. No momento que vc perceber que tá jogando errado PARE IMEDIATAMENTE e vá caminhar um pouco.

Tá funcionando pra mim. Bem, pelo menos às vezes…

Grande abraço

Caveira: Só pra complementar…

Eu acho que com o estudo, o nosso subconsciente começa a ficar muito auto-confiante. Daí começamos a fazer coisas que não devemos…

zerko: Eu estudo apenas lendo, mas leio várias vezes até gravar.

O que acontece comigo é que quando to jogando parece que não lembro das coisas que estudei…só depois que vou olhar as mãos com calma que me dou conta das burradas que faço.

No meu caso preciso me concentrar mais no jogo…as vezes quando percebo to jogando no “automático” e to pensando em outras coisas.

Inoxidavel: O negócio é que por mais que você estude, não vai fixar bem sem bons exercícios. E convenhamos que os exemplos dos livros, mesmo sendo mãos reais, não se compara com uma mão jogada por você.

Então sua sessão de jogatina é quando você vai tentar aplicar os conceitos e fixar. Acontece que aprendendo moves bem específicos, vai conseguir colocar em prática poucas vezes durante uma sessão, só com o tempo (e muito jogo) os conceitos vão se fixar bem em sua mente.

E quanto a fazer burradas, jogar mãos marginais fora de posição, e outras coisas, é normal. Ninguém consegue jogar perfeitamente 100% do tempo, deslizes acontecem. O jeito é respirar fundo e pensar antes de toda e qualquer jogada. Principalmente depois de tomar uma bad beat horrosa, que é quando temos maior chance de ficar tiltado.

thassioqb: Passei por isso tb… Acho q o q acontece eh q depois de bons resultados vc tenta soltar mais o jogo e começa a fazer jogadas q antes n fazia.

PulgaVerde: Eu costumo ver vídeos dos bons jogadores e a ler também… mas o que mais me desanima são as bad beats que parecem me perseguir…

Dificilmente eu com AA contra KK ou QQ ou ainda 66 consigo ganhar… é impressionante. Teve uma tarde esses dias que consegui duas vezes o AA e perdi as duas pra mãos ridículas como J5s (fez o flush) e K4 (bateu o K e o 4).

Meu jogo evolui um pouco quando vi os vídeos do tvpokerpro.com quando o site tava com promoção de um mes liberado. Vendo os caras bons jogarem você tem uma noção de toda a situação da mesa e consegue se colocar no lugar e ver…. ele foldou… não acredito… caraca… foldou bonito…. eu acho que o mais difícil do poker é o fold.

Ter dois pares e perceber que está perdendo numa mesa não obvia. Isso é o difícil… pelo menos pra mim.

To começando no fórum agora… meu primeiro post, espero participar mais vezes…

vlw.

prof_anselmo: veja bem, excelente esse tópico…

eu não decoro, eu não crio planilha, eu sequer acho que sei jogar poker, e essa é a grande verdade meu amigo…

o que eu faço? que me fazem ter alguns resultados relevantes…

eu assimilo a forma de jogar e somente isso. e incorporo aquele padrão de pensamento, o que se torna automático.

Temos que entender que o aprendizado não acontece do dia para a noite, mas sim é um processo.

No momento da aprendizagem é como se fosse a água do rio e a terra no raso tudo arrumadinho, quado se joga uma pedra e repousa no fundo, levanta a terra depositada , mas logo após, tudo começa a se acentar, já respeitando o espaço que a pedra começou a tomar,

Assim é com o conhecimento. Tudo em sua mente está organizado, quando você aprende algo novo, todas as suas estruturas mentais são alteradas e demora um pouco para assimar o novo conhecimento e acomodar esse conhecimento. Com o tempo tudo estará integrado e organizado e sem que você perceba já estará se utilizando desse novo conhecimento, no nosso caso da nova estratégia.

Incorporado inconscientemente.

Na verdade isso é a teoria da aprendizagem apresentada por Piaget.

O que isso quer dizer:

que a partir de uma leitura criteriosa e atenta buscando essa interiorização, você conseguirá mudar seu estilo de jogo, porém não do dia para noite, mas sim em um processo continuado,

tese – antítese – nova tese melhor reformulada.

A prática consubstancia a teoria e vice-versa. Wallon escreve sobre isso.

Portanto, jogue, estude e volte a jogar com o novo conhecimento que isso automaticamente estará concretizando seu aprendizado.

Claro que existe o seu estilo também, pois um conhecimento assimilado por mim, pode não ser o mesmo por você, a partir de uma mesa fonte, pois temos também a subjetividade do sujeito. Em outras palavras: ESTILO PRÓPRIO

espero ter contribuído amigo.

DonVitche: Interessante e muito difícil de controlar, não é mesmo Anselmo?!

A incorporação inconsciente do aprendizado tende, às vezes, a desprezar diferentes cenários e aplicar a mesma realidade à todos, sempre que “desde o seu ponto de vista” os cenários lhe preçam iguais. Mas no caso do poker jamais sabemos as cartas que estão nas mãos dos nossos oponentes, que, via de regra, mudam os cenários. Daí a maioria das bad-bets!

Em uma entrevista do Doyle Brunson, lembro tê-lo ouvido dizer que sempre larga as cartas quando percebe que o controle das ações na mesa não está com êle. Desde esse dia venho percebendo a importância dos referenciais de risco na mente das pessoas, e aí está exatamente minha maior dificuldade: “NÃO SEI JOGAR SEM CARTAS”!!!

Acho que esse negócio de jogar pré ou pós-flop perde muito da importância quando um determinado jogador consegue estabelecer os referenciais de risco nas mãos jogadas. Assim jogam o Doyle, o Ivey, etc, grandes vencedores.

Venho tentando aprender isso: “jogar cada mão de um torneio como se fôsse única (que de fato é!), INDEPENDENTE das cartas que recebi ou mesmo das que o border traga”. Acredito que aí esteja o maior segredo desse jogo.

Abraço!

fsfonseca: Essa sensação eu já tive e realmente percebo as coisas do modo como o professor coloca: com o passar do tempo, já percebo a evolução, lentamente. Quantas vezes já não lemos uma revista, trazendo um artigo sobre a teoria e, tempos depois, pegamos de novo e pensamos “puxa, como compreendo melhor isso agora!” ou “puxa, agora sim eu entendi isso”?

Isso já ocorreu comigo muitas vezes, e continua acontecendo.

Marcelo: Acho que o mais importante é “viver” o poker. Estudar, praticar, discutir, revisar… e ir refazendo este ciclo.

As coisas começam a ficar mais claras com o tempo.

Aandysilvaa: Bem é mais uma questão de concentração os livros também não estão totalmente certos ainda mais se os jogadores não tiver totalmente concentrado em seus oponente.
Quando comecei jogar jogava bem pra caramba entrando de limp mesmo
cheguei a catar final table de frerrol coom field de 50,000 pessoa e quando comecei a estudar parece que nada dava certo, raramente eu tava em uma final table de 300 pessoas custo muito para mim aprender que todas as mãos não são minhas e blef é uma coisa usada poucas vezes pra te salvar e não ganhar pots pequenos. All-ins? dê o menos possivel.
[B]JOGUE RACIONALMENTE E NÃO LEVE PARA O LADO PESSOAL
[/B]Em vez de ler teorias tente bolar a sua teoria pega uma folha e uma caneta pare observe o jogo, observe a onde você ta perdendo mais dinheiro no que melhorar com que mãos jogar e faça o que tiver te dando mais lucro claro que não é possivel vencer todas as mãos e ganhar todos os torneios apartir do momento que você tiver se sustentando e demorando para sair ao longo prazo te trará grande vitórias.

Aandysilvaa: Só incrementando uma coisa quando eu jogo ao vivo dificilmente sai erros…
O problema está quando eu jogo online por horas acho que te cança e você joga mãos irracionalmente e pensa que merda eu fiz?[geralmente o que acontece comigo].
Você pode jogar bem por horas um errinho e BUM acabou seu torneio – incrivel que você não ganhou nada haha.

JacKJoKKer: [QUOTE=Caveira;70821]Só pra complementar…

Eu acho que com o estudo, o nosso subconsciente começa a ficar muito auto-confiante. Daí começamos a fazer coisas que não devemos…[/QUOTE]

kra.. soh essa linha fez meu jogo melhorar mto…
senti ate q voltei a jogar meu A game.. era isso.. vc começa a achar que “entende tudo” de pos flop.. e entra com qualquer mao e.. suas fichas vao por agua abaixo..

acredito que estudar eh sempre importante.. e.. anotar as coisas tb… por exemplo.. com qual mão você caiu do torneio.. o que você fez de errado nela?.. escreva isso =D

use uma planilha pra controlar qtos torneios vc joga.. quais BI’s.. qto vc ganha.. qto vc perde =D

acho que tudo isso ajuda mto pro jogo evoluir =D

icemanjr0: Bom para mim eu vejo o poker como o xadrez, não porque vim dele mas a forma de pensar, raciocinar, ter que estudar, pois sem o estudo vc tem que ser um genio com um talento fenomenal, a prática é muito importante, pois jogando e vivendo situações é onde aprendemos, tem dias que dá tudo certo, estratégias a nossa forma de jogar, aprendendo com as novas situações, mas muitas vezes por mais que soubermos, parece que desaprendemos e nada vem como gostariamos, mas é um ciclo que devemos buscar sempre, e a paciencia é a maior virtude !!!

afsalagoas: Evolução do Jogo:

Essa uma pergunta que precisamos dividir alguns pontos:

1º) Evolução de hands, reads, estudo, estratégia e derivados.

Essa já foi muito comentando pelo pessoal, estudar, estudar e praticar. Sem dúvida o estudo seja leitura ou vídeo, ajuda e muito compreender e melhorar seu jogo no poker. [B]Mas na minha visão não é o ponto chave do poker. [/B]

2º) Evolução de Bank.

O bank pode resumir numa possível evolução do jogo, porém é algo que mascara e muito o seu jogo. Não tem como jogar poker Real, sem pensar no tal ITM. E justamente ele que pode decidir o seu nível de jogo e evolução. Se ler em foruns e outros, a grande maioria diz jogue pra cravar, porém na prática cada um sabe o que faz para conquistar esse ITM. É justamente o bankroll que decide isso. Um jogador ([B]que possua teoria[/B])com Bank de 1$ por exemplo, quando joga um sng de 0,10 ele irá dedicar-se o máximo para chegar no ITM. Um jogador com bank de 20$ que dá uns tiros no 0,10, tem o comodismo de shovar uma hand mais ou menos, pois está tranquilo e um ITM pra ele já não é satisfatório e sim pelo menos do 4º para cima.
O fator do bank pode definir o seu futuro do poker e é justamente aqui que funciona a boa gestão. A boa gestão evitará fracassos, desistência e fatores extra poker na sua vida.
Dentro da sua gestão de poker é obrigatório um resultado fora do comum no seu bank, só ele proporcionará força e ânimo para continuar seu projeto no poker. [B]E aqui esta o fator decisivo no poker,[/B] um jogador mesmo não sendo bom e tal, pega um resultado legal no poker, poderá nascer um novo REG. Um jogador bem teórico, estudado e outros, se esse resultado não acontece, ele desiste depois de algum tempo. Esse jogador que consegue um resultado, precisa de um bom MANAGER para acompanhar o seu processo.

3º) Fatores extra-poker

A desistência é justamente pela necessidade de adquirir uma renda extra para o dia-a-dia o que pode ocasionar danos irreversíveis no seu jogo. Devemos procurar conciliar o ganho real do poker com o extra, quando o retorno do poker em $$$ for viável, enquanto isso não ocorrer, mantenha o mesmo foco, subir meu bank, fazer move-up.

Eu poderia incluir aqui 4º fatores psicologicos, porém no momento não vem o caso.

Após esse comentário, eu resumo caros colegas, não desistir, não perder o foco, tenha um bom foco isso é fundamental. No quesito jogo hadns estudo, é necessário as vezes mudar um pouco a teoria os conceitos, pois só assim o MOVE-UP chegará.

Vamos para frente, que o MOVE-UP está chegando, eu particulamente acredito que minha hora vai chegar.

Vamoooo!

Flush: Pra mim, o pôker é questão de se adaptar à mesa e aos jogadores. Quando aprendemos um conceito, queremos aplicá-lo sempre, independentemente do contexto, só porque o livro nos disse que é bom fazer e é lucrativo.

Um exemplo prático nesse sentido, pelo menos no cash game, é a continuation bet. Seja onde for, as pessoas escrevem que c-betar no flop é lucrativo, mas o problema é que essas mesmas pessoas não advertem o jogador iniciante de que a c-bet só será lucrativa em determinados flops e contra determinados jogadores. Então, o que parece ser uma jogada lucrativa no começo, torna-se fonte de prejuízo, com você tomando call ou levando raise.

Só agora, estou me dando conta de que pôker não é receita de bolo, não dá para haver uma aplicação automática dos conceitos que se aprende sem se levar em conta o contexto da ação. O legal da coisa é quando você começa a levar em conta esse contexto e reagir a partir disso. É o momento, então, que você começa a mixar seu jogo e a jogar mais as cartas do oponente do que as suas próprias. Um exemplo prático usando a própria c-bet é quando identifico regulares multitablers na mesa e eles dão c-bet em todos os flops. Fazem isso porque leram em algum lugar que será lucrativo. Passei, então, a dar raises light, com quaisquer duas cartas, 1 em cada 3 vezes que estou heads-up com eles. Obviamente, eles foldam. E eu lucro.

Pôker é adaptação e é saber aplicar os conceitos aprendidos na situação adequada. Mas isso só vem com o tempo e a experiência. Não há atalho quanto a isso.

overbet: pow na minha humilde opiniao hoje com advento da internet ficou facil estudar conceitos e estrategia sore poker deixando assim o ”jogo poker” muito robotico,muito padronizado,muito igual quase sempre todos fazendo a mesma jogada..calculando os mesmo outs vendo as mesma % etc..
acredito eu que pra se torna 1 jogador melhor e impressindivel saber interpretar o poker mais com 1 olhar HUMANO do que MATEMATICO
em resumo aprender a PENSAR mais do que fazer CONTAS

Flush: Overbet, ter acesso à estratégia é fácil, o problema é aplicá-la corretamente. É por isso que, por mais que o pôker se popularize na internet, sempre haverá espaço para os bons jogadores.

overbet: pow flush vc intendeu bem q eu quis dizer..isso mesmo saber hoje fico facil..dificil e pensar quando usar

afsalagoas: Seria ideal cada um falar o que pensa sobre evolução do jogo e como está a sua evolução.

Autor original: JacKJoKKer.

Artigos Relacionados

MELHORES APLICATIVOS DE POKER

- divulgação -

Artigos Recentes

- divulgação -