Análise de status

SeijiS: Olá,

Apenas para localizar vocês: eu jogo NL2 FR, joguei um pouco de 6-max mas quando comecei a jogar multi tabling (8 mesas) o 6-max ficava “muito rápido” pra mim rs.

Meu status médio em 10.800 hands está assim:
VPIP: 17,16
PRF: 7,66
AttSB: 13,84
cBet: 39,89
Aggr Factor: 3,69
Aggr Freq: 52,27

Não quero discutir sobre winrate pois acho muito cedo ainda com só 10k hands, mas vocês acham ok esta postura na NL2? Eu tenho aquela sensação de que devo me “soltar mais e agredir mais PF”…

É +EV eu continuar trabalhando para ser mais agressivo PF? Devo parar de ser tão nit assim e começar a brincar mais com mãos especulativas em IP e MP?

Abraços!

RafaelRJ: Eu diminuiria o VPIP, mas como tem 6-max tb aí, acho q é por isso q o vpip tá “alto”.
Aumenta o PFR, e c-beta mais.

A razãod e diminuir VPIP é pq em NL2 não há mto sentindo de ficar procurando moves, lógico 1 ou outro de vez em qnd beleza, mas smp é spewy demais

SeijiS: Hmmm vc acha que devo ficar no vipip < 15% mesmo aqui na NL2? Até concordo... Mas vou te falar que ando ganhando uns pots interessantes com SC em MP entrando de limp pois a galera tende a achar que TP ou mesmo duas duplas é invencível. Vou tentar cbetar mais... Tenho uma dúvida sobre cbet: vocês soltam quanto no flop, turn e river? Eu costumo fazer algo +- assim em HU (normalmente paro no turn se não bate nada): 1/2 pot flop, 3/4 ~ 1 pot no turn e >1 pot no river.

Eu fico meio assim em cbet pq sempre tem nego pagando com uma dupla meia boca que vira e mexe seta ou da 2 duplas, ou esperando aquele FD que vira e mexe aparece (sempre contra mim… detesto flush! rs).

Valeu.

@RafaelRJ
OBS: você joga NL2? Joga no PS?

TSawyer: cara não aconselho mudar o seu estilo. Esta correto, NL2 é assim mesmo. Se vc começar a jogar mais solto ira perder mais money. Estou aprendendo isso a duras bad beat 😀 contra esses Shorts Stacks que abrem raise e dão chove com any card full air….:(

RafaelRJ: Hmmm vc acha que devo ficar no vipip < 15% mesmo aqui na NL2? Até concordo... Mas vou te falar que ando ganhando uns pots interessantes com SC em MP entrando de limp pois a galera tende a achar que TP ou mesmo duas duplas é invencível. Vou tentar cbetar mais... Tenho uma dúvida sobre cbet: vocês soltam quanto no flop, turn e river? Eu costumo fazer algo +- assim em HU (normalmente paro no turn se não bate nada): 1/2 pot flop, 3/4 ~ 1 pot no turn e >1 pot no river.

Eu fico meio assim em cbet pq sempre tem nego pagando com uma dupla meia boca que vira e mexe seta ou da 2 duplas, ou esperando aquele FD que vira e mexe aparece (sempre contra mim… detesto flush! rs).

Valeu.

@RafaelRJ
OBS: você joga NL2? Joga no PS?

Jogo NL2, mas no momento to grindando um pouco em DoN para liberar bônus.

Cara, em NL2, eu c-beto em flops bons para c-betar (aqueles q batem o range do PFR mas qse nunca bate o range do caller) e se o cara der call, eu qse sempre desisto no turn. c/f sem pena.

Ah, jogo no SunPoker no momento (NL2) e RedKing (DoN)

cozar: cbet tem que ser mais de 70%, e pfr vai depender dos adversarios, se vc ganhar facil com uma cbet no flop vale a pena abrir raise com mais mãos, e o vpip naum tah ruim naum. Abraço!

Cebola: seu vpip ta bom, ta jogando bem tight (eu so entendo isso de trackers, preciso estudar mais naquele tópico do jardim)

SeijiS:
Cara, em NL2, eu c-beto em flops bons para c-betar (aqueles q batem o range do PFR mas qse nunca bate o range do caller) e se o cara der call, eu qse sempre desisto no turn. c/f sem pena.

Então, aproveitando o assunto… Eu tenho uma dificuldade enorme em colocar um range pros negos da NL2 no PS. Peço pitacos sobre a minha forma de pensar meio tosca sobre esta galera:

Grupo 1: 80% dos caras
1- O range deles não depende da posição: se o cara gosta de QJo, ele vai dar raise/call de bet gigante de UTG a buttom.
2- AX é premium hand pra muitos.
3- Não fazem muita noção da força de um AK no PF.
4- Não sabem diferenciar uma bet de 1/3 pot com uma de 1 pot.
5- Adoram flush draw, mas amam mais ainda str8 draw, pois amam qualquer connector, suited or not.
6- Não manjam de posição.
7- Se pegarem vc blefando uma vez, pronto: vc é um “blefador nato”.
Grupo 2: 15%
1- Range muito perto do “ABC”…
São parecidos comigo, alguns mais looses outros nits… Estão aprendendo e sabem +- o valor das cartas, posição, ods, etc… mas sempre dão umas donkadas desnecessárias… Como eu lol
2- O que diferencia este grupo é só uma coisa: alguns respeitam outros “regs” e outros simplesmente pensam “esse daí é donk, vou bater ele”. Eu sou do tipo que respeita; se acho q o cara tá jogando certinho, vou com calma nele.
Grupo 3: 5%
1- Range ABC um pouquinho mais trick.
2- Parecem com o grupo 2, mas não dão donkadas… Se bem que as vezes viajam na maionese por se acharem muito superiores.

É só um resumo tosco do que eu entendo de “range do inimigo” na NL2… Críticas são bem vindas!

Abs

SeijiS: hehe, nem me fale, o tópico do Jardim é muito bom pra começar a entender estes troços… foi através dele que conheci vocês!

Cebola: muito prazer, sou do grupo 2

SeijiS: @cebola,
Grupo 2 dos que respeitam aqueles que parecem q jogam bem ou daqueles que se autodenominam deuses? hehehhee

Há um tempinho atrás, postei meu gráfico com umas 4k hands… Agora tenho umas quase 13k hands e estou preocupado com os resultados de mãos without show down…

Minha “linha vermelha” sempre está negativa. Isso significa que ando dando muitos calls inúteis ou que estou jogando weak d+ contra raisers/bets? Ou isso é normal?

Já vi uns gráficos poraí com red-lines grotescamente negativas mas que os negos estavam com profit bom… É o estilo de jogo nit que acaba fazendo isso?

Outra coisa, estou tentando ser mais agressivo e aparentemente vem dando desultados… Mas meu VPIP está caindo e meu PRF está igual. Vocês acham que estou escolhendo muito as mãos, já que estou tentando entrar sempre com raise/bet? Devo escolher menos mãos na NL2?

Abraços!

Marcelo: Imagino que o lucro de mãos ganhas sem showdowns no NL2 geralmente será pequeno, visto que os caras geralmente fogem de potes rapidamente ou vão até o final se o pote é grande.

Eu ficaria mais preocupado em saber sua win-rate, e evolução do bankroll. Você deve se preocupar em se adaptar a cada mesa, e pensar nos seus stats depois. Se ficar muito focado nos stats, pode começar a jogar pior. Observe sua mesa, os stats dos vilões, e se adapte.

prof_anselmo: vou ser sincero em nl 2 não adianta raise padrões para isolar um jogador… muitos pagam.
Mas considero seu estilo baseado nas stats bem pagador apenas..

SeijiS: vou ser sincero em nl 2 não adianta raise padrões para isolar um jogador… muitos pagam.
Mas considero seu estilo baseado nas stats bem pagador apenas..
É, já reparei que é beeem difícil isolar alguém… sempre tem um 44 ou TJo fora de posição pagando e as vezes ferrando com tudo hehehe

Bem pagador vc quer dizer o que? Q sou um cara que “paga o que vai me dar lucro” ou “que eu pago coisa q não devia”?

@Marcelo
Posto aqui a evolução do meu br e winrate… mas pelo que vi poraí, não quer dizer muita coisa, visto que são apenas 13k. No 2+2 todo mundo fica falando que pra ter algo “real sobre winrate” tem que ser na casa das 100k ~ 150k… Sei lá, de tano ouvir falar nisso e das coisa que li sobre br aqui no PD, eu só vou fazer meu move pra nl5 com us$1.000 mesmo rsrs

Segue meu gráfico atual, que acho que está bem padrão mesmo com esses “vales”. Se tiver algum pitaco ou algo bizarro, por favor, me avise!

OBS: Nossa, tomei umas bad beats bizonhas… Mas acho q poderiam ser evitadas com bets melhores – dei uma aumentada no bet depois da mão 12k e acho q está melhorando… graças a ajuda de vocês! 🙂

Abs

Marcelo: Com 15BB/100 digo que você está indo bem. Não se preocupe com seus stats, e sim com os dos vilões!

RafaelRJ: Bah.. tá reclamando de que???? Ótimo gráfico pô!

Ah, tem razão qnt a não dar pra medr direito tendo apenas 13k, mas já da pra ter uma idéia!

SeijiS: hehe vou por os ganhos em BB e falar que jogo NL1k… aí ia ser bão! rs

Valeu!

Cebola: @SeijiS
eu sou do tipo que respeita pow kkkkkkkkkkkk

Autor original: SeijiS.

Artigos Relacionados

MELHORES APLICATIVOS DE POKER

- divulgação -

Artigos Recentes

- divulgação -