Escolhendo os melhores alvos para pressionar na bolha de um torneio de poker

EPTDurante os estágios intermediários e finais de um torneio a importância do tamanho dos stacks aumenta, tornando crucial manter-se consciente, a todo momento, do quanto seus oponentes têm em fichas e como o stack deles se compara ao seu. Especialmente à medida que a bolha se aproxima, é preciso ser cauteloso com oponentes cujos stacks se assemelhem muito ou sejam maiores que o seu, já que eles são os adversários potenciais que podem lhe causar muito prejuízo.

Uma mão que aconteceu na bolha do EPT Deauville High Roller de 2014 ilustra bem a importância de manter-se consciente do tamanho dos stacks de outros jogadores, além de ensinar uma valiosa lição sobre como selecionar os alvos certos para pressionar. Na verdade, o que a mão realmente mostra é um exemplo de um jogador que talvez tenha escolhido de forma errada quem pressionar.

O evento teve um período de bolha agonizante. Das 115 entradas apenas os top 17 eram pagos. Então, ao chegar em 18 jogadores restantes, as mãos eram jogadas hand-for-hand. Como se viu, foram mais de duas horas até a próxima eliminação ocorrer e a bolha finalmente estourar.

O Party Poker está de volta ao Brasil! Saiba sobre o bônus e as vantagens ao criar sua conta afiliada ao Poker Dicas.

Mão – Bolha do EPT Deauville High Roller

Os blinds eram 4.000/8.000 com antes de 1.000. A mesa rodou em fold até Dominik Panka que aumentou para 16.000, Ramin Hajiyey reaumentou para 41.000 do small blind e então Michael Tureniec aplicou um 4-bet all in, num total de 301.000 fichas, do big blind.

Com a ação de volta para Panka, ele anunciou que reaumentaria all in por pouco menos do que Tureniec tinha do botão, Hajiyey, do small blind, pagou pela sua vida no torneio. Aqui estão as mãos:

Panka: :As :Ah
Hajiyev: :Kc :Kh
Tureniec: :Ad :Qc

O board veio :7s :Jh :Jc :7c :4d e fez com que os ases de Panka segurassem seu favoritismo, dando a ele um impulso para os estágios finais do torneio que ele viria a ganhar no dia seguinte. Enquanto isso, Hajiyey foi eliminado na bolha e Tureniec ficou com apenas 37.000 fichas, pouco mais que 4 big blinds.

TrophyEnquanto para Hajiyey a mão foi obviamente um cooler, outras considerações podem ser feitas quanto ao modo de jogar, e de um possível erro, de Tureniec.

Para começar a mão Panka abriu com um mini-raise padrão do botão. Hajiyey, com o menor stack dos três jogadores, aplicou um 3-bet fora de posição, do small blind. Sabendo as mãos de cada jogador, é óbvio o raciocínio por trás das jogadas. Quase sem exceção, você sempre tende a aumentar e reaumentar antes do flop com par de ases e par de reis, que são as duas melhores mãos do hold’em.

A ação chegou então em Tureniec com AQo e um stack de mais ou menos 37 big blinds. Apesar de Tureniec ter um stack maior que os dois oponentes, não podendo assim ser eliminado durante esta mão, a diferença dele para Panka era de pouco mais de 4 big blinds, e para Hajiyey era de apenas 6 big blinds. Isso significa que se ele fosse all in e perdesse ficaria muito debilitado no torneio, e se Hajiyey levasse a mão, Tureniec muito provavelmente seria a bolha do torneio.

O jogo padrão durante a bolha diz que você deve colocar mais pressão em jogadores short-stack, que são mais propensos a terem medo de ser eliminados na bolha. Isto posto, em uma situação como essa em que todos os jogadores têm tamanhos de stacks parecidos, a ideia de arriscar suas fichas com uma mão marginal antes do flop se torna menos lucrativa.

Mas, AQo é “marginal”? Certamente é uma mão forte para começar com um aumento caso a mesa rodar em fold até você. Porém, ao enfrentar um aumento e um reaumento antes da sua vez de jogar, se torna mais complicado jogar com essa mão – especialmente do big blind e contra dois oponentes que têm tamanho de stack parecido com o seu.

Aproveite estes 5 minutos de estudo e crie sua conta no 888 Poker clicando neste link! Você ganha $88 grátis* e ainda pode jogar nosso freeroll semanal de $100 todas as terças-feiras! (*$8 em cash e $80 em bônus).

EPT Grand Final Season 9Em resumo, durante a bolha a pressão deve ser imposta em cima dos jogadores com menor stack da mesa. Esses stacks são os que mais têm chance de pagar ao coloca-los em uma situação de all in, já que isso força esses jogadores a tomar uma decisão sobre sua vida no torneio. Se você tem um stack como o de Tureniec por exemplo, onde você segura cerca de 37 saudáveis big blinds, escolher um jogador short-stack como adversário também está relacionado a correr menos risco, já que mesmo se você perder a mão você ainda terá uma quantia respeitável de fichas.

Tureniec, contudo, optou por aplicar pressão pré-flop em jogadores que tinham uma quantia de fichas muito próxima a dele, e como aconteceu, ambos jogadores tinham mãos premium que fizeram com que Tureniec esperasse apenas por um milagre para salvar seu :Ad :Qc .

Porém, nesse exemplo específico, Tureniec foi sortudo o suficiente para ambos jogadores terem grandes mãos e para que Panka dominasse Hajiyey com seus ases contra reis. Isto levou à eliminação de Hajiyey e ao estouro da bolha, permitindo que Tureniec ainda assim terminasse ITM. Porém, em muitos outros casos, se apenas um dos outros dois jogadores tivesse uma mão melhor e fizesse Tureniec perder, ele ficaria com um stack perigosamente pequeno, e, muito provavelmente, teria sido ele o estouro da bolha.

Tureniec realmente foi eliminado logo depois da bolha estourar, em 17º, levando para casa €18.000 pelo seu investimento de €10.300 no buy-in do torneio. Se ele tivesse optado por não jogar um pote tão grande antes do flop, com jogadores com stacks parecidos, ele teria a chance de aumentar seu stack de forma que o levasse mais longe ainda no torneio e nas premiações.

Traduzido e adaptado de: Picking Appropriate Targets to Pressure on a Tournament Bubble

 

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MELHORES APLICATIVOS DE POKER

- divulgação -

Artigos Recentes

- divulgação -