Cinco dicas recomendadas por profissionais que deveriam ser esquecidas

Poker é um jogo único e os melhores jogadores usam uma combinação de matemática, habilidade e observação para vencer.

É necessário ter uma mente brilhante para entender e vencer no poker – e uma mente ainda mais poderosa para inventar uma estratégia básica que se torne uma referência.

Estes gênios se esforçam ao máximo para resolver os quebra-cabeças do poker e descobrir a melhor forma de agir em certas situações.

No entanto, o poker evoluiu muito na última década, e vai continuar evoluindo. O que parecia funcionar bem dez anos atrás pode ser estúpido a gora. Do mesmo modo que estratégias vencedoras agora podem ser ineficientes daqui dez anos.

Abaixo você encontra cinco dicas, recomendadas por alguns dos nomes mais famosos do mundo do poker, que funcionaram muito bem no passado, mas agora já passaram do prazo de validade.

O Party Poker está de volta ao Brasil! Saiba sobre o bônus e as vantagens ao criar sua conta afiliada ao Poker Dicas.

1: Re-raise com pares baixos pré-flop em limit hold’em

Autor: Phil Hellmuth

Livro: Play Poker Like the Pros

Dica: Quando o pote recebe um raise e é sua vez em um jogo de Limit Hold’em, se você tiver um par baixo, é melhor fazer uma 3-BET do que dar call no raise original. Assim, você pode representar qualquer mão quando o flop vier.

Porquê esta dica é ruim: O problema nesta dica é que ele está escrevendo um livro para iniciantes, e iniciantes jogarão micro e small stakes. Pessoas nestes níveis jogam centenas de mãos.

Você não conseguirá representar nada no flop porque as pessoas estarão simplesmente jogando todo tipo de mão. Eles não ligam se você fez uma 3-BET pré-flop. Eles pensam apenas em suas próprias mãos, e se acertaram um top pair, não vão desistir da mão.

Você acaba apenas gastando mais fichas no pote sem chance de recuperá-las, a menos que acerte um set.

Pensamento ideal: Em limit hold’em, especialmente em low stakes, você deveria apenas dar o call porque assim você pode ter outros jogadores entrando no pote depois de você. Jogue a mão para tentar um set, se não acertar, o fold será fácil.

2: Uma 4-BET significa um par de ases

Autor: Phil Gordon

Livro: Little Green Book

Dica: “A 4-BET sempre significa um par de ases”.

Porquê esta dica é ruim: A dica não é necessariamente ruim, mas está passada e errada.

Os jogadores de hoje podem facilmente fazer uma 4-BET com uma grande variedade de mãos.

Para ser sincero, hoje em dia até uma 5-BET ou 6-BET pode não significar um par de ases.

Pensamento ideal: Trate os jogadores de forma indivudual.

Para algums jogadores uma 4-BET realmente significa um par de ases, para outros pode ser apenas um par de quaisquer duas cartas.

Aproveite seu tempo de estudo e crie sua conta no 888 Poker clicando neste link! Você ganha $88 grátis* e ainda pode jogar nosso freeroll semanal de $100 todas as terças-feiras! (*$8 em cash e $80 em bônus).

3: Se você está jogando com cartas baixas conectadas, elas não precisam ser naipadas

Autor: TJ Cloutier

Livro: Championship No-Limit and Pot-Limit Hold’em

Dica: Conectores baixos não precisam ser naipados em potes multi-way, onde existe uma grande chance de alguém ter cartas maiores do mesmo naipe que o seu.

Porquê esta dica é ruim: É simplesmente impossível que um par de cartas não naipadas seja melhor do que cartas naipadas.

O pensamento de que cartas naipadas deste tipo irão causar mais danos do que vantagens é ridículo.

Sim, ocasionalmente você fará um flush e encontrará um flush maior que o seu, mas também temos que pensar nas inúmeras vezes que você fará o flush e vencerá o pote, bem como terá outs extras com um backdoor flush draw.

Pensamento ideal: Ter cartas naipadas de dá mais chances de vencer, simples assim.

4: Dê raise para ganhar informação

Autor: David Sklansky

Livro: Theory of Poker

Dica: As vezes você quer dar um raise para saber onde se encontra na mão e obter informação de seu oponente.

Porquê esta dica é ruim: É ruim pois geralmente a informação que você consegue não é boa e quase não ajuda.

Por exemplo, você dá raise e seu oponente faz o fold. Isso é ruim. Existe a chance de ele ter foldado um blefe e você provavelmente queria que ele continuasse na mão tentando te blefar, assim você ganharia mais fichas.

Outro exemplo, você da raise e ele dá call. Quanta informação este call realmente te dá?

Ele poderia ter um draw, ele poderia estar fazendo slow-play de uma mão, ele poderia estar te vencendo, ou não!

Se ele te der um re-raise, você pode estar perdendo. Ele pode também estar acelerando um draw forte ou uma mão pior.

Pensamento ideal: Existem diversas maneiras de definir uma mão, mas geralmente o raise não é uma forma muito boa.

Preste atenção em seus oponentes e suas jogadas anteriores, assim você terá uma ótima noção de contra quem está jogando.

Sempre pense em colocar seu oponente em um range de mãos, e a cada nova informação você chegará mais perto de sua mão real.

5: Varie o valor de seu pré-flop raise

Autor: Dan Harrington

Livro: Harrington On Hold’em 1

Dica: Em um torneio você deveria variar seu valor de raise entre 2x e 4x de forma aleatória para tentar dificultar a leitura de seus oponentes.

Porquê esta dica é ruim: A única razão que o faria precisar variar seu valor de abertura de raise seria se você já estivesse fazendo isso anteriormente.

Se seu valor de abertura é sempre o mesmo, é impossível para seus oponentes descobrir qualquer tipo de informação sobre sua mão, considerando que sua aposta nunca muda.

Pensamento ideal: Se você está jogando torneios, não há motivos para dar um raise de 4x – jamais.

Mantenha seus valores de raise entre 2.25x e 2.5x e fique assim. Desse modo você arrisca menos fichas e tem a mesma eficiência.

Aumentar 4x é apenas um modo de desperdiçar fichas.

Artigo traduzido e adaptado do original: Five Pro-Endorsed Strategy Tips That are Terrible by: Daniel Skolovy

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MELHORES APLICATIVOS DE POKER

- divulgação -

Artigos Recentes

- divulgação -