WSOP Suaviza Regras de Comportamento nas Mesas

0

A organização da WSOP (World Series of Poker) vai permitir mais comunicação entre jogadores nas mesas e mais espontaneidade no momento de celebrar uma vitória. A decisão de suavizar as rigorosas regras que limitavam a interação entre oponentes foi tomada como resposta à insatisfação de participantes e para tornar os torneios mais atraentes.

No ano passado, o silêncio na mesa foi um dos maiores motivos de reclamação dos jogadores. Era permitido falar, mas não comentar o conteúdo das mãos, mesmo em jogos heads-up. Agora, a regra será mais branda. “Você pode dizer o que quiser sobre sua mão e informar seu jogo, desde que você não mostre suas cartas e desde que nenhum outro jogador tenha uma decisão a tomar naquele momento”, diz Jack Effel, diretor de torneios da WSOP.

“Se o jogador está em all-in e não faltam ações de outros jogadores, você pode dizer: ‘Eu tenho dois ases e um flush draw. Eu sei que você não tem chance’. Obviamente haverá equívocos, mas nós estamos tentando fazer com que os participantes se soltem e falem mais. Porém ainda queremos protegê-los contra soft play e collusion.”

Para o jogador canadense Daniel Negreanu, o que torna o poker interessante é a capacidade de encarar o oponente e perceber se ele está blefando ou não. Dono de quatro braceletes da WSOP, Negreanu sempre se opôs à regra do silêncio no poker. “Essa regra tira a importância de uma habilidade que tem sido usada no poker desde sua criação e que é um dos aspectos mais atraentes do jogo.”

Os representantes da WSOP admitem que foram muito austeros até agora. “Os jogadores tem medo de usar estratégias verbais para vencer seus oponentes, armas que fazem parte do poker. Nós iremos retomar os fundamentos básicos do jogo”, diz Ty Stewart, diretor executivo da WSOP.

A celebração na mesa também terá menos restrições. Ainda não serão permitidas comemorações a la Hevad “RaiNKhAN” Khan, que passou dos limites na mesa final do evento principal da WSOP em 2007. Mas ao menos agora, os jogadores poderão demonstrar mais emoção. “Uma sala de poker não é uma igreja”, compara Stewart. “Nós queremos trazer de volta um pouco de diversão.”

Receba notícias de Poker em seu e-mail diariamente clicando aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here