Softwares de Estatística (HUDs): Interpretação e Uso Prático – Parte 1

2

No poker online moderno, o uso de softwares de estatística se torna essencial, tanto para ajudar na leitura durante o jogo, como para rever suas sessões e analisar seus erros. Esses programas guardam o histórico das mãos e fazem cálculos matemáticos para gerarem dados. Com a avaliação destes dados, você pode estimar vários aspectos dos oponentes. Você pode chegar às mesmas conclusões observando os jogos e lembrando (como no poker ao vivo), mas com o software isso é bem mais apurado.

Já existe uma variedade de programas que possuem essas funções, sendo os principais: Holdem Manager e Poker Tracker. Eles oferecem o HUD (Heads-Up Display), janela que fica aberta enquanto você joga, com informações sobre os oponentes.

O Party Poker está de volta ao Brasil! Saiba sobre o bônus e as vantagens ao criar sua conta afiliada ao Poker Dicas.

Antes de começar a avaliar os índices, tenha essas coisas em mente:

  • Quanto mais mãos tiver jogado com o oponente, mais fiel serão seus dados. 50 mãos praticamente não te dá informação alguma. A partir de 200 mãos começa a melhorar, mas para porcentagens de eventos menos comuns o ideal é 1000 mãos ou mais.
  • Estatística não é tudo. Não é porque o vilão joga muitas mãos que não possa ter uma mão boa desta vez.
  • As pessoas mudam de estilo e de humor. Você pode ter muitos dados antigos de um jogador e isso “poluir” a avaliação mais recente, caso ele tenha mudado de estilo. A observação também é essencial.

Agora descreveremos os principais índices de estatística utilizados no poker online.

VP/IP (%)

“Voluntarily puts money in the pot”, VPIP

Essa estatística mostra a quantidade de mãos em que o vilão está participando voluntariamente (os blinds não entram na amostra) no pote. Na prática, ela diz se o vilão joga muitas (loose) ou poucas mãos (tight).

Essa estatística vai muito de interpretação pessoal, mas o que a maioria dos jogadores têm de base é mais ou menos o seguinte:

  • <15% – Muito tight, na verdade, não é nem mais tight, é NIT, ou seja, é uma rocha. Pode ter certeza que ele só vai entrar no pote com mãos ótimas em posições iniciais (early position – EP) e é bem possível que seu range pra posições finais (late position – LP) seja algo como ATs+, 88+.
  • Entre 15% e 22% – Jogador tight. Repare se eles jogam pares baixos em EP, e repare também se quando o fazem, vão de limp ou raise. Bote isso nas suas anotações.
  • Entre 22% e 30% – É um semi-loose. Geralmente abre raise com QUALQUER pocket pair, independente de posição. Joga mãos como AXo e suited connectors altos em EP.
  • Entre 30% e 40% – É um loose, joga muitas mãos de qualquer posição, pode ser um jogador fraco ou um experiente mais loose. Você vai aprender a diferenciar logo abaixo no artigo.
  • Entre 40% e 60% – É maníaco, joga várias mãos fracas, em qualquer posição. É o tipo de jogador que você gosta de ter na sua mesa.
  • >60% – É free money. O popular “donkey” ou “fish” na gíria do poker. Sonho de vilão, dinheiro de graça…

Aproveite seu tempo de estudo e crie sua conta no 888 Poker clicando neste link! Você ganha $88 grátis* e ainda pode jogar nosso freeroll semanal de $100 todas as terças-feiras! (*$8 em cash e $80 em bônus).

PFR (%)

“Pre-Flop Raise”

É a porcentagem de mãos que o jogador dá raise pré-flop. É sempre menor ou igual que o VPIP e, obviamente, é pra ser analisada junto com o mesmo. Quando dizemos que um vilão é 30/15, por exemplo, significa que entra em 30% dos potes e em metade dessas entra com raise (15%, metade de 30%).

O valor de PFR sozinho pode não significar nada. Por exemplo: um jogador 60/18 (em mesas 6-handed) não é agressivo, ao mesmo tempo em que um 20/18 (em mesas cheias) é extremamente agressivo.

OBS.: Quanto maior a diferença entre VP/IP e PFR de um adversário, mais fraco ele tende a ser.

Jogador 40/5: tende a ser fraco (donkey). Jogador 40/30: é um jogador loose mas muito agressivo, pode ser um jogador experiente que goste de mais ação (ex.: Gus Hansen).

Este artigo continua na parte dois: Softwares de Estatística (HUDs): Interpretação e Uso Prático – Parte 2

Artigo originalmente escrito por Jardim, do Fórum Poker Dicas, e adaptado.

2 Comentários

  1. Material incrível! Muitíssimo obrigado, foi bastante esclarecedor, a única dúvida que me resta em relação ao HM é se existe alguma diferença entre a versão trial e a versão paga. Pergunto isso pois tenho a impressão que a minha versão trial só está salvando as informações durante o torneio, num torneio seguinte reinicia tudo zerado, até as minhas estatísticas, daí pensei que pode ser nessa versão e a versão paga salva tudo. Alguém pode me dá uma explicação sobre isso? Grato desde já!

    • Ítalo, pelo que sei isso é uma configuração padrão do HM (que pode ser alterada, acredito eu).

      Não sei explicar como, mas recomendo que poste em nosso fórum, nesta seção: https://pokerdicas.com/forum/programas/

      Alguém possivelmente poderá ajudá-lo a alterar isso, mostrando as informações totais já coletadas dos torneios.

      Obrigado.

DEIXE UMA RESPOSTA